×

Sigilo nos documentos | Ministério da Saúde põe sigilo sobre documentos de compras sob suspeitas da vacina Covaxin

Ministério do governo Bolsonaro resolveu restringir os documentos referentes a compra da vacina Covaxin, que vem sendo investigada sob suspeita de superfaturamento na compra.

segunda-feira 9 de agosto | Edição do dia

Na foto o Ministro da Saúde Marcelo Queiroga/ Walterson Rosa-MS

O Ministério da Saúde do governo Bolsonaro colocou sob sigilo os documentos referentes à compra da vacina Covaxin, da empresa indiana Bharat Biotech. Os documentos se encontram em posse da CPI da Covid no Senado Federal, que teria a função de investigar esse caso.

O contrato com a empresa Bharat Biotech foi suspenso no final de julho, quando aumentaram as suspeitas de superfaturamento na compra das doses da vacina pelo governo brasileiro. O Ministério porém afirma que a suspensão do contrato "não caracteriza sua conclusão e encerramento".

Com esse sigilo decretado se restringe o acesso via Lei de Acesso a Informação, que permite que acessem dados referentes a licitações e compras de todos os entes federativos, sendo retirado do sistema.

Leia também: A desigualdade na vacinação é parte do descaso capitalista. Vacina para todos já!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias