×
Rede Internacional

ELEIÇÕES PERU | Milhares de peruanos saíram às ruas pedindo a proclamação do resultado eleitoral

Nesta terça feira (06/07) milhares de pessoas saíram às ruas da capital Lima para protestar exigindo a proclamação do resultado eleitoral, após atraso na Justiça Eleitoral devido a recursos apresentados pela candidata derrotada ultraconservadora Keiko Fujimori, que alega fraude, sem evidências ou comprovação.

quarta-feira 7 de julho | Edição do dia

Foto: ERNESTO BENAVIDES / AFP

Milhares de peruanos saíram às ruas na noite de ontem (06/07) para protestar contra a incerteza sobre o resultado da eleição presidencial já passado um mês, no momento em que a confirmação da vitória de Pedro Castillo é atrasada por recursos à Justiça eleitoral de Keiko Fujimori.

Pode te interessar: Peru: O "Plano Francke" e o giro de moderação nas propostas de Pedro Castillo

Apoiadores de Castillo marcharam em direção ao Congresso na capital Lima exigindo que seja mantida sua vitória apertada com vantagem de 44 mil votos. Já os partidários de Keiko Fujimori se reuniram para apoiar suas alegações de fraude eleitoral e tentativas de anular algumas cédulas, uma pressão que seu partido manteve, embora observadores eleitorais afirmem que a votação foi realizada de forma limpa.

Leia também: Nem golpismo, nem adaptação ao regime fujimorista de 1993!, declaração da CST (Corriente Socialista de las y los Trabajadores), organização irmã do MRT no Peru

"O Peru quer um presidente e aqui temos o professor Pedro Castillo eleito!" disse Santos Saavedra, chefe de um grupo de defesa campesina conhecido como Rondas Campesinas, durante uma marcha. "Vamos defender essa vontade popular!"

Autoridades eleitorais estão examinando as cédulas após contestações de Fujimori, que alegou fraude sem evidências ou provas concretas. O processo deve ser concluído antes de confirmarem o resultado, com a posse do novo presidente no próximo dia 28. Fujimori declarou ontem: "A partida não acabou e ainda não há vencedor. Estamos esperando esse resultado."
O governo interino rejeitou o pedido de Keiko para uma auditoria internacional do processo de votação.

Para se aprofundar mais nesse assunto, veja o programa GIRO INTERNACIONAL abaixo:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias