Mundo Operário

GREVE DOS METROVIÁRIOS

Metroviários realizam importantes ações nesta terça. Acompanhe a preparação da greve de amanhã

Trabalhadores metroviários realizam grandes manifestações contra as tentativas de ataques, precarização e privatização do Metrô e de João Dória, que querem descarregar a crise nas costas destes trabalhadores. Frente a isso, os metroviários estão fazendo uma grande mobilização, se preparando para entrar em greve à partir da meia-noite de hoje (18) para amanhã (19), com assembleia hoje a noite. Acompanhe aqui as mobilizações.

terça-feira 18 de maio| Edição do dia

Dória e o metrô insistem em tentar retirar direitos dos trabalhadores metroviários, atacando o Acordo Coletivo, cortando direitos como o adicional de férias e noturno e congelando salários destes trabalhadores que estão trabalhando durante toda a pandemia, estando na linha de frente contra a pandemia, e que tiveram mais de mil afastamentos por contaminação ou suspeita de Covid-19, e 25 mortos pela pandemia. Ao mesmo tempo, o governador deu mais de R$1 bilhão para os empresários da linha privada. Ou seja, estes trabalhadores estão enfrentando a pandemia e se arriscando, e mesmo assim Dória e o Metrô insistem em retirar direitos. Frente a isso, os metroviários estão fazendo uma grande mobilização, se preparando para entrar em greve à partir da meia-noite de hoje (18) para amanhã (19), com assembleia hoje a noite, depois de uma audiência de conciliação no Tribunal.

"Nossa luta é por vacina para toda população", diz diretora do Sindicato dos Metroviários

“Vamos lutar pela vacinação dos terceirizados sem aceitar nenhuma divisão”, diz diretora do Sindicato dos Metroviários

Os metroviários se mobilizaram hoje(18/05) nas linhas 1 Azul e 3 Vermelha, chegando a fechar a rua em frente o Metrô Jabaquara em defesa dos seus direitos, como forma de preparação para a greve que vai começar nesta meia-noite.

Os ataques aos metroviários é parte da precarização e terceirização do metrô, que se expressa no transporte cada vez mais lotado e com uma piora na infra estrutura diante da crise sanitária, e é também parte de atacar os direitos do conjunto dos trabalhadores como já vem fazendo não só João Doria mas também Bolsonaro, o Congresso, STF e o conjunto dos patrões, com o objetivo de descarregar a crise em nossas costas, usando o metrô como exemplo para os demais trabalhadores, com o objetivo de passar ainda mais ataques.

Doria “acelera” pra vender metrô de SP, gastando dinheiro da população, trabalhando para empresários seguirem lucrando

Veja aqui 6 propostas para a greve dos metroviários vencer: O que está em jogo na greve do dia 12 no Metrô de SP, e 6 propostas para ela vencer




Tópicos relacionados

Greve do Metrô de SP 2021   /    Greve dos Transportes   /    Privatização dos transportes   /    Trabalhadores dos Transportes   /    metroviários   /    João Doria   /    Greve   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar