×

Tragédia Social | Metrópoles brasileiras têm nível de renda mais baixo em quase 10 anos, aponta estudo

Em relatório feito pelo Observatório das Metropóles, PUC-RS e RedODSAL (Observatório da Dívida Social na América Latina), renda média das metropóles recuou 0,1% em comparação ao 1º semestre de 2021, e só não teve números mais baixos do que 2012.

quinta-feira 7 de outubro | Edição do dia

Foto: JP Rodrigues/Metrópoles

Dados são retirados da PNad contínua, pesquisa realizada pelo IBGE, que sofre absurdos cortes pelo governo Bolsonaro. A pesquisa leva em conta atividades profissionais e inflação, deixando de fora a renda por programa sociais, auxílio emergencial, etc.

De acordo com pesquisadores, essa é a sexta queda seguida do rendimento das metrópoles brasileiras. Fatia mais pobre é a mais afetada, ainda que tenha tido relativo aumento nos 3(três) últimos trimestres, nível ainda é mais baixo que antes da pandemia. No segundo trimestre de 2021, a renda dos 40% mais pobres foi estimada em R$ 177 nas regiões metropolitanas. O valor até representa uma alta de 7,5% frente aos três meses imediatamente anteriores (R$ 165). Mas comparada a anterior, a pandemia significa uma queda de 22,1 % da renda média.

Leia mais: Basta de desemprego e salários de fome! Que os grandes empresários paguem pela crise!

“A retomada da renda dos mais pobres tem sido muito tímida. As reservas deles vão se esgotando com o passar do tempo, e a situação vai ficando mais grave.” disse Marcelo Ribeiro um dos pesquisadores à Folha. De acordo também com o pesquisador, parcela mais precária da população vai sendo empurrada a "estratégias de sobrevivência, populares bicos”.

Podemos ver assim recuo da renda atrelada ao alto grau de informalização da economia brasileira de anos para cá, alvo também assinalado pela pesquisa e por últimos dados do IBGE.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias