×

Eleições 2022 | Medidas de Bolsonaro para aumentar sua popularidade já somam R$67 bilhões

Entre isenção para o diesel e a criação de uma nova versão do Bolsa Família, Bolsonaro propõe medidas para aumentar a sua popularidade e diminuir os efeitos da própria gestão que foi responsável pelo alto índice de desemprego e fome no país.

segunda-feira 9 de agosto | Edição do dia

Imagem: Alan Santos/PR

As medidas de Bolsonaro somam R$67 bilhões do Orçamento de 2022. As propostas mais custosas são a isenção do imposto federal para o diesel, totalizando R$26 bilhões; a nova formulação do Bolsa Família, com R$25 bilhões; a reforma tributária, com R$7,7 bilhões; e aumento no funcionalismo, com R$5 bilhões.

Na tentativa de acompanhar os novos gastos, os aliados de Bolsonaro no Congresso discutiram o parcelamento dos precatórios e até a retirada dessas obrigações do teto de gastos, para dar espaço a outras despesas.

- Para privatizar os Correios, Câmara e Bolsonaro estão juntos: é urgente um plano de lutas

Além disso, Bolsonaro busca incidir nos trabalhadores acometidos pelo desemprego com o vale-gás, que apresenta o maior valor coletado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) desde 2004.

Às vésperas das eleições de 2022, Bolsonaro propõe medidas que tentam amortecer os impactos das próprias políticas, políticas essas de ataques, reformas e privatizações que retiram direitos e permitem demissões em massa, combinadas aos efeitos da gestão negacionista da pandemia que colocou o país de volta ao mapa da fome e resultou na morte de mais de meio milhão de trabalhadores.

Leia também: Fila do osso é símbolo da barbárie capitalista: por um plano de luta já




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias