Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Marcello Pablito: "Abaixo a reforma da previdência da prefeitura do PSOL em Belém"

Veja declaração de Marcello Pablito, trabalhador da USP e dirigente do MRT e do Quilombo Vermelho.

quinta-feira 27 de maio| Edição do dia

“É escandaloso que um partido como o PSOL, agora em meio a essa crise sanitária e econômica, quando estão morrendo milhares de pessoas por dia, quando a fome está atingindo a maior parte da população, principalmente os negros; resolva passar a Reforma da Previdência contra os servidores públicos em Belém/PA.

Edmilson não só está passando a reforma, como faz isso em diálogo com o governador do Pará, Helder Barbalho que é do partido golpista MDB, coisa que já não seria estranha, sabendo que o próprio PSOL atuou pela candidatura de Edmilson com um programa super adaptado, reformista, com coligações com partidos golpistas, burgueses e conciliadores.

A desculpa agora de Edmilson é que como ele precisa respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal - isso mesmo, a mesma lei que é usada hoje pelo regime do golpe institucional pra não ultrapassar o Teto dos Gastos com políticas sociais, atacando os salários e direitos das trabalhadoras da saúde e da educação, por exemplo, e atrelando os orçamentos com o pagamento integral da dívida pública - o prefeito PSOLista vai passar ataques, reformas e jogar tudo o que for preciso nas costas dos trabalhadores.

Agora, correntes do PSOL, como a Resistência, vêm demonstrando surpresa com esse ataque contra os servidores, como se isso não fosse resultado da adaptação do próprio PSOL com um programa defendido em coligação até com partidos golpistas, como Rede e PDT, pra entrar na prefeitura de Belém.

Nós, do Movimento Revolucionário dos Trabalhadores e do Esquerda Diário, nos solidarizamos com todos os servidores públicos de Belém, que lutam e resistem a esse ataque da Reforma de Previdência municipal! Apoiamos todas as manifestações que já acontecem na cidade, com os trabalhadores lutando por melhores condições de trabalho, aumento salarial, contra os cortes de salários e também por mais contratações.

Enquanto o PSOL segue sustentando a prefeitura de Edmilson, nós seguiremos aqui ao lado de todos os trabalhadores por: abaixo a Reforma da Previdência de Edmilson Rodrigues do PSOL!"

Veja aqui: PSOL na Prefeitura de Belém: reforma da previdência e congelamento salarial.




Tópicos relacionados

Responsabilidade fiscal   /    Golpistas   /    Teto de Gastos   /    Resistência   /    Trabalhadores   /    Reforma da Previdência   /    Dívida pública   /    PSOL   /    Política

Comentários

Comentar