JUSTIÇA POR MA'KHIA BRYANT

Mais uma jovem negra é assassinada pela polícia assassina nos EUA

A adolescente Ma'Khia Bryant, de 16 anos, foi morta minutos antes da condenação de Derek Chauvin, ex-policial condenado pelo assassinato de George Floyd.

quarta-feira 21 de abril| Edição do dia

Foto: Facebook/Police

A morte de Ma’Khia Bryant aconteceu em Columbus, no estado de Ohio, com tiros pela polícia após a adolescente tentar atacar uma outra pessoa com uma faca.

Manifestantes saíram as ruas nesta terça-feira (20) após a morte da adolescente negra, no mesmo dia da condenações de Chauvin, ex-polícial que assassinou Floyd.

As imagens mostram os policiais chegando ao local onde acontece uma briga e disparam 4 tiros contra Ma’Khia Bryan.

O prefeito de Columbus, o democrata Andrew Ginther, afirmou que a morte de Ma’Khia Bryant foi "horrível e de comoção", mas defendeu o policial, que não teve o nome divulgado, dizendo que ele atuou para proteger outra pessoa.

Mais uma vez se escancara o caráter dessa instituição assassina que é a polícia que tem em sua mira a população negra, e tem como seus defensores o próprio Partido Democrata que tenta canalizar e desviar a luta contra o racismo pelas via institucional. Porém, o racismo sistêmico do país está longe de desaparecer com a presidência de Biden, que foi o mesmo que aconselhou a polícia a disparar na perna e não na cabeça manifestantes nas mobilizações de justiça por George Floyd.

Veja também: Kamala Harris mente ao dizer que governo Biden é parte do legado de Floyd




Tópicos relacionados

Racismo de Estado   /    Democratas   /    Racismo Estrutural   /    Racismo Policial   /    Racismo   /    negras e negros   /    Racismo EUA   /    [email protected]

Comentários

Comentar