Sociedade

CORONAVÍRUS

Mais de mil cidades brasileiras têm problemas com abastecimento de oxigênio

O conselho que representa as secretarias municipais de saúde avisa que no país ocorre risco de colapso nos próximos dias, pela dificuldade de mais de mil municípios em abastecimento de oxigênio.

quinta-feira 8 de abril| Edição do dia

Foto: Silvio Avila/AFP

São 1068 municípios que declararam que o estoque de cilindros de oxigênio pode não ter reposição, isso sendo agravado pela possibilidade de aumento de casos de Covid-19, pois estes se mantem em alta. O Conasems, conselho de secretários de saúde, fizeram balanço a respeito a situação das secretarias e apontaram essa informação.

Veja também: 626 cidades podem ter falta de oxigênio: reconversão da indústria para evitar nova Manaus

O órgão afirma que pode ser maior o número de municípios que podem enfrentar esse problema nesses próximos dias pela dificuldade de abastecimento. Isso coloca no cenário brasileiro um lembrança amarga das consequências da falta de oxigênio em Manaus, fruto do negacionismo de Bolsonaro e a ingerência da pandemia de todo regime do golpe.

Veja também: Tragédia anunciada: Por que Manaus é um exemplo do que o regime do golpe quer para o Brasil

Os secretários e representantes dos municípios afirmou para o Conasems que o município ainda conseguiria fazer a compra, porém a demanda causada pelo aumento dos casos pode tornar a compra insuficientes, sem contar que a grande dificuldade enfrentada é em relação a dependência dos cilindros de oxigênio, pois ocorre dificuldade de fornecimento do modelo.

Veja também: Com 4.195 mortes no dia, congresso permite que empresários furem a fila de vacinação




Tópicos relacionados

BolsonaroGenocida   /    Leitos de UTI   /    MORTES COVID-19   /    oxigênio   /    Bolsonaro   /    COVID-19   /    Sociedade

Comentários

Comentar