×

Manifesto | Mais de 860 entidades e personalidades repudiam ameaça de demissão de trabalhadora da saúde por lutar por condições seguras para atender a população na pandemia

sexta-feira 10 de setembro | Edição do dia

A superintendência do Hospital Universitário da USP (HU) abriu um processo administrativo disciplinar pedindo a demissão da trabalhadora da saúde Barbara Della Torre, mais conhecida como Babi por ter lutado por EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e por condições seguras de trabalho para os trabalhadores da saúde atenderem a população durante a pandemia.

Em um processo de explícita perseguição política a USP, pela via do Superintendente do Hospital Universitário, Prof. Paulo Francisco Ramos Margarido quer punir Barbara, que assim como milhares de mulheres trabalhadoras da saúde permaneceram trabalhando durante toda a pandemia. O processo de perseguição torna-se ainda mais escancarado pelo fato de Bárbara ser representante dos trabalhadores da USP junto ao Conselho Universitário, e também representante dos trabalhadores do HU no Conselho Diretor de Base do Sindicato dos Trabalhadores da USP reconhecida pela sua atuação em defesa dos trabalhadores do HU.

Reproduzimos abaixo o manifesto do Fórum das Seis, que reúne as entidades representativas de estudantes, funcionários e professores da USP, Unesp e Unicamp e do Centro Paula Souza assinado por mais de 860 entidades, parlamentares, intelectuais, artistas e outros do Brasil e internacionalmente.

Confira as assinaturas no site das entidades do Fórum das Seis ADUSP, SINTUSP. ADUNESP e SINTUSNESP




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias