Gênero e sexualidade

LGBTFOBIA

Mãe trans perde a guarda de seu filho após repercussão de vídeo editado por bolsonaristas

Bárbara Pastana perdeu a guarda de seu filho de 7 anos, por ser acusada de submete-lo a situação de vexame.

quarta-feira 26 de maio| Edição do dia

Bárbara Pestana, uma mãe trans teve a guarda do filho de 7 anos retirada pela justiça em Belém (PA), após um vídeo de seu filho, que ela mesma postou em suas rede social no dia 3 de a bril, ser editado e compartilhado por bolsonarista e também pelo deputado federal Éder Mauro (PSD-PA), líder da Bancada da Bala.

O deputado bolsonarista escreveu no Twitter que Bárbara "obrigou o seu filho, ainda criança, a usar perucas contra a sua vontade". O vídeo publicado por Bárbara era de seu filho rindo dela por estar de peruca, ao explicar para ele que não deveria rir de uma pessoa porque ela é diferente, Bárbara colocou a peruca no menino.

O vídeo teve quase três mil compartilhamentos e apoiadores do deputado citaram que o caso deveria ser levado ao Ministério Público e ao Conselho Tutelar. Foi feita a denuncia ao MP e depois de dois dia o menino foi retirado da casa da mãe, que foi acusada de descumprir o artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) "submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento".

Em entrevista ao Brasil de Fato, Bárbara disse que "a própria conselheira que veio trazer a intimação, que estava de plantão, disse que nunca viu uma decisão tão rápida", além dela sofrer várias ameaças de mortes pela internet.

Essa situação absurda da separação da mãe de seu filho é baseada na transfobia que Bolsonaro e seus governo, junto com seus aliados como o deputado Éder Mauro, alimentam sua base reacionário pra colocar ainda mais a população lgbt a margem da sociedade.

Pode te interessar: [PODCAST] 051 Feminismo e Marxismo - Feliz dia das mães?




Tópicos relacionados

LGBTfobia   /    Gênero e Sexualidade   /    Governo Bolsonaro   /    Homofobia e Transfobia   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar