×

Greve da MRV em Campinas | MRV intimida e ameaça de demissão membro da CIPA em greve

Os trabalhadores da MRV estão a quase um mês em greve lutando pela PLR e por melhores condições de trabalho. A MRV segue sua linha intransigente com os trabalhadores, inclusive colocando a chefia para ameaçar um membro da CIPA de demissão, um completo absurdo.

quinta-feira 12 de agosto | Edição do dia

São 700 trabalhadores da MRV de Campinas em greve pelo direito à PLR e contra a precarização do trabalho. Os trabalhadores seguem em greve a quase 30 dias, mas a MRV que tem como seu dono Rubens Menin, bolsonarista declarado, não paga os direitos dos trabalhadores ao mesmo tempo que continua lucrando milhões com subsídios dos governos.

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes pode ser um importante instrumento na mão dos trabalhadores para denunciar condições de trabalho degradantes impostas pela empresa. Em especial na MRV, que acumula uma série de denúncias de trabalho análogo à escravidão, a mais recente em maio em Porto Alegre, e também denúncias em Americana e diversos outros lugares.

A empresa utiliza todos os seus métodos para intimidar os trabalhadores como chamar a polícia para tentar amedrontar uma greve que está forte na base. Agora também tenta demitir um membro da CIPA que participa da greve. Um completo absurdo, pois até mesmo na CLT diz que os membros da CIPA têm estabilidade garantida. A MRV usa de ameaças e intimidação para perseguir politicamente os que hoje lutam pelos seus direitos, em meio aos ataques de Bolsonaro, Mourão e todos os golpistas.

Desde o Esquerda Diário, impulsionado pelo Movimento Revolucionário de Trabalhadores, viemos intervindo para furar o cerco da mídia que não divulga essa greve e defendendo ideias para que essa greve seja vitoriosa. Todo apoio à greve dos trabalhadores da MRV!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias