×

Greve da MRV em Campinas | MRV corta salários dos grevistas jogando os trabalhadores à miséria, enquanto bate recordes de lucro

Os trabalhadores da MRV em Campinas estão há mais de um mês em greve, lutando pela PLR e melhores condições de trabalho em uma empresa que já condenada por condições de trabalho análogas à escravidão. Agora, atacam o direito de greve dos trabalhadores, cortando os salários, e deixando os operários e operárias sem dinheiro para contas básicas, aluguel e até comida. É preciso organizar um fundo de greve e cerca essa forte batalha de solidariedade.

segunda-feira 16 de agosto | Edição do dia

Os trabalhadores e trabalhadoras da MRV em greve amanheceram nessa segunda-feira (16) com a notícia de que seus vales de adiantamento de uma parcela do salário, previsto em lei, não caíram na conta.

A MRV do bilionário brasileiro Menin, cortou o salário dos grevistas aprofundando a difícil situação que eles estão lutando contra: enquanto a patronal bate recordes de lucro, amplia seus negócios e vive uma vida de regalias, os que constroem sua fortuna, seguem trabalhando em condições desumanas, com baixos salários, sem PLR e agora, sem dinheiro sequer para pagar aluguel, contas e alimentação para suas famílias.

A sede de lucro capitalista que explora sobretudo os homens e mulheres negros e negras, nordestinos, que sustentam suas famílias com muito trabalho, quer jogar os trabalhadores na miséria que aumenta no país e enfraquecer a forte greve que estão protagonizando pelos seus direitos.

É urgente cercar a greve de solidariedade, noticiando essa luta, fazendo medidas de apoio em cada lugar de trabalho e estudo, comparecendo nos piquetes e nos atos, e, colocar de pé um fundo de greve para que os trabalhadores continuem sua luta.

Nós do Esquerda Diário reforçamos esse chamado de apoio que estamos fazendo durante toda a greve, destacamos o convite para a construção do Comitê de estudantes em apoio à greve na Unicamp, e chamamos às centrais sindicais, organizações de esquerda, entidades estudantis, movimentos sociais, estudantes e trabalhadores de outras categorias, a impulsionarem o fundo de greve contra mais essa medida arbitrária da MRV.

Acompanhe aqui a cobertura do Esquerda Diário.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias