×

DISCURSO DE ÓDIO | MPF entra com ação de R$10 milhões contra Sikêra e RedeTV! por discurso LGBTQI+fóbico

Após mais um discurso corriqueiro de ódio do apresentador de programa policial da RedeTV!, onde chama a comunidade de “raça desgraçada”, MPF do Rio Grande do Sul entra com ação.

terça-feira 29 de junho | Edição do dia

O apresentador é conhecido nacionalmente pelos seus discursos de ódio contra LGBTQI +, mulheres, negros, maconheiros, comunistas. Desta vez, no seu programa do dia 25, Sikêra profere as mais inescrupulosas ofensas ao “analisar” uma propaganda do Burguer King, onde crianças tratavam de forma natural relações homoafetivas de casais adultos.

“vocês são nojentos. A gente tá calado engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior” e “É uma lição do comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isto que eles querem. Nós não vamos deixar”, foram algumas das frases deste programa. Nada fora do vocabulário comum do apresentador do Alerta Nacional, um bolsonarista que ganhou cachê de R$ 120 mil para fazer propaganda pró-Bolsonaro.

Governo pagou 120 mil em cachê para apresentador bolsonarista com dinheiro público

Após este programa do dia 25, a RedeTV! perdeu alguns patrocinadores e na ação do MP, além dos 10 milhões que cada uma das partes (Sikêra e RedeTV!) terão de pagar, na ação do MPF também consta exclusão na íntegra do programa e retratação ao vivo em seu programa, na mesma quantidade de tempo que proferiu os ataques, ou seja, 15 minutos. Em maio deste ano, a Justiça de SP absolveu Sikêra de pagar R$ 30 mil por chamar a modelo Viviany, mulher trans, de “lixo”, “raça desgraçada” “bosta”.

Justiça de SP abslove Sikêra e diz ser lícito chamar LGBTs de raça desgraçada




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias