×
Rede Internacional

GREVE | MG: Trabalhadores da saúde ligados a universidades federais entram em greve nesta quinta (13)

Paralisação iniciada nesta quinta-feira pela categoria segue o calendário nacional.

quinta-feira 13 de maio | Edição do dia

Foto: Sindsep-MG/Divulgação

Trabalhadores ligados a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) em Minas Gerais entram em greve nesta quinta-feira (13) nas cidade de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Uberaba e Uberlândia.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Ativos, Aposentados e Pensionistas dos Servidores Públicos Federais de Minas Gerais (SINDSEP-MG), são cerca de 5 mil funcionários vinculados às universidades federais de Minas (UFJF, UFMG, UFU e UFTM) que entraram em greve que foi tirada após plenária nacional da categoria no dia 27/04, e a anunciada no dia 6 e 7 de maio em assembleia estadual.

Veja também: Trabalhadores da saúde fazem manifestação em Pernambuco por melhores condições de trabalho

A decisão vem depois da longa negociação e entraves no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) que está sendo mediado pelo Tribunal Superior do Trabalho, com a empresa não propondo reajuste, além da mudança na base de cálculos de insalubridade que a empresa quer que seja baseado no salário mínimo e não no salário base da categoria, o que pode significar uma redução de até 27% dos salários.

Seguindo as patronais capitalistas, frente a uma pandemia que já conta com mais de 420 mil mortes, utiliza desse momento pra atacar os trabalhadores da saúde, que desde o inicio da pandemia estão na linha de frente contra a doença, e agora mostram como se enfrentar com os ataques aos seus direito.

Pode te interessar: Luta nacional dos residentes: massificar o apoio e unificar para avançar




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias