MULHERES NEGRAS E MARXISMO

Luta negra e luta de classes é o tema da aula 2 do curso "Mulheres Negras e Marxismo"

Com mais de 600 inscritos, começou na última terça, 06, o curso “Mulheres Negras e Marxismo” com Letícia Parks. Se na primeira aula o objetivo foi debater as categorias de exploração e opressão, nessa segunda aula Letícia Parks retomará a luta negra, em especial no Brasil, e qual sua relação com a luta de classes.

terça-feira 13 de abril| Edição do dia

O curso terá sua segunda aula neste terça, 13, a partir das 20h e terá como tema “Luta negra e Luta de classes”, retomando a relação entre os negros e a classe trabalhadora, em especial no Brasil que é um país de maioria negra.

Para isso, Letícia retomará a leitura de Engels em “A origem da família, da propriedade privada e do Estado” e Marx em “Manifesto do Partido Comunista” para contribuir na definição da luta de classes como motor da história. Em seguida, vai retomar o papel decisivo das massas negras no surgimento do capitalismo, a partir da leitura de “A revolução e o negro” de CLR James.

Em um segundo momento, a aula 2 retomará os quilombos, revoltas e greves negras no Brasil, como uma expressão da luta de classes durante a escravidão, fazendo das mulheres negras um setor social que esteve à frente de enfrentamentos decisivos com o sistema escravista. Como a questão racial se liga à formação das classes sociais no Brasil? Qual a relação entre identidade negra e consciência de classe? São algumas das questões que Letícia Parks se debruçará hoje.

Em 4 sessões, “Mulheres Negras e Marxismo” busca expressar, a partir do livro de mesmo nome, uma visão do marxismo revolucionário, do trotskismo, sobre a questão racial e a identidade de gênero, mostrando uma relação indissociável entre raça, classe e gênero, e que a estratégia que pode levar a emancipação das mulheres negras está entrelaçada com o papel revolucionário dos trabalhadores.

O livro pode ser encontrado no site das Edições Iskra, e busca ser uma contribuição para um momento difícil em que passa as trabalhadoras e trabalhadores no país, em meio a pandemia que mata milhares por dia e ao desemprego que aprofunda a miséria social e que tem Bolsonaro, Mourão e todo regime do golpe como responsáveis.

Para ter acesso ao curso, basta se inscrever neste link e acompanhar as aulas virtualmente. Além disso, o Esquerda Diário também está impulsionando diversos grupos de estudos pelo país, se você tem interesse basta entrar em contato conosco por aqui.




Tópicos relacionados

Mulheres Negras e Marxismo   /    Campus Virtual   /    negras e negros   /    Marxismo   /    [email protected]

Comentários

Comentar