Política

POLÍTICA NACIONAL

Líder do PT no Senado declara apoio ao presidente antipopular Davi Alcolumbre

Em fevereiro do ano de 2021 iniciará o processo de eleição para a presidência do senado, atualmente o presidente do senado é Davi Alcolumbre, do partido do (DEM-AP), figura política reacionária, apoiou a reforma da previdência e é a favor do pacote de privatizações de Bolsonaro e Paulo Guedes.

terça-feira 29 de setembro| Edição do dia

Foto: Reprodução/Facebook

Presidente do senado, Davi Alcolumbre, por inúmeras vezes adotou medidas anti populares contra os trabalhadores, inclusive durante a pandemia. Como por exemplo, no meio da quarentana que muitos trabalhadores se viram com medo do vírus e da fome, o senado aprovou ataques contra os servidores, como o congelamento dos salários, proibição de contratações e de concessões de progressões de carreira.

Bolsonaro herdeiro do golpe institucional atua por dentro de um regime que constatemente busca medidas para atacar os trabalhadores. As diferenças políticas do congresso, senado e executivo não impedem que todos eles atuem juntos para retirar os direitos básicos da classe trabalhadora. Todos eles votaram positivamente a favor da reforma da previdência e administrativa. Esses representantes políticos ignoram e escancaram seus mais profundos descasos com os trabalhadores em plena crise econômica e sanitária, onde o Brasil é o segundo maior país do mundo com números de óbitos por covid-19.

As eleições para a presidência do senado se aproxima no próximo ano e o atual presidente, Davi Alcolumbre, busca apoio de senadores e o líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), declarou total apoio ao atual presidente do senado. “Se eu puder e tiver a oportunidade de dar um voto a Vossa Excelência que eu não dei, darei com muito gosto. Sabe por quê? Porque eu acredito é na boa política e não na nova política fascista que quer dominar o Brasil”, garantiu o petista em plenário, na última quarta-feira (23)

O Partido dos trabalhadores (PT), governou o regime brasileiro durante 13 anos e todos esses anos foram de conciliação de classe com alas da burguesa e atualmente o PT segue com sua política conciliadora, justamente por isso declarou apoio a um reacionário que ao atacar a classe trabalhadora caminha lado a lado com Bolsonaro. Parte da ausência da organização da classe trabalhadora pelos sindicatos e nos locais de trabalho, é consequência de anos de conciliação com a direita que o PT é responsável, por isso é importante uma política com independência de classe e que rompa com a paralisia que o PT criou, sem confiança no congresso de Alcolumbre, lutando por uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana que possa mudar as regras do jogo e não apenas os mesmos jogadores dessa sociedade apodrecida.




Tópicos relacionados

Davi Alcolumbre   /    PT   /    Senado   /    Congresso   /    Política

Comentários

Comentar