×

Repressão à juventude | Liberdade para Jonatas, ativista preso injustamente no Recife

O militante do PCB e integrante do Coletivo Pão e Tinta e da Biblioteca Brincante do Pina foi preso injustamente no dia 10 de junho e segue assim até hoje. Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com Jonatas e exigimos sua liberdade imediata assim como a extinção de todos os processos.

sábado 16 de julho | Edição do dia

No último dia 10, o jovem ativista Jonatas viu sua vida ser mudada totalmente. Após ser acusado de um crime que não cometeu - mais um caso assim como outros como de André Arcanjo que passou meses preso na mesma penitenciária de Jonatas. Apesar da prisão injusta e de cumprir todos os requisitos para responder em liberdade, como ser réu primário, estudante de graduação, de curso técnico no IFPE e ter residência fixa, após a audiência de custódia sua prisão foi convertida em prisão preventiva e foi transferido para o COTEL, em Abreu e Lima. O único crime de Jonatas foi ser um jovem trabalhador morador da periferia e ativista.

Jonatas é militante da UJC, do Coletivo Pão e Tinta e da Biblioteca Brincante do Pina. Além disso participou de lutas sociais na cidade, como da luta pelo transporte público. Enquanto Jonatas segue preso, a polícia racista de Pernambuco continua reprimindo lutas sociais e a população negra e periférica, promovendo baculejos e assassinando crianças segue impune - basta ver que até hoje não foram responsabilizados os policiais que arrancaram os olhos de 2 trabalhadores nas mobilizações do dia 29 de maio do ano passado. Essa é a política do PSB para a população negra e que conta também com o auxílio da justiça igualmente racista

Frente a isso, nós do MRT e do Esquerda Diário nos solidarizamos com Jonatas, seus amigos e familiares e exigimos sua liberdade imediata e a extinção de todos os processos!

Além disso, divulgamos também o pix da campanha para arrecadar mantimentos para Jonatas: [email protected]




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias