×

PRECARIZAÇÃO DO ENSINO | Kroton e TIM se unem para ampliar precarização da educação com EaD 100% via celular

A Kroton, principal monopólio na educação do Brasil, será sócia da operadora TIM em uma empresa de educação a distância (EaD) 100% pelo celular. Com o objetivo de aumentar os lucros dos grandes empresários acionistas das empresas, elas buscam avançar cada vez mais na precarização da educação.

sexta-feira 9 de julho | Edição do dia

A criação da nova empresa pretende oferecer 250 cursos de graduação e pós-graduação utilizando plataforma criada pela Kroton.

A busca pela Kroton por esse tipo de parceria tem como principal objetivo ampliar a captação de alunos por meio da TIM, que possui 50 milhões de clientes. Para isso, a Kroton irá ampliar a precarização da educação por meio de um ensino à distância que será via celular.

Na pandemia, o ensino à distância foi implantado pelos governos sem nenhum planejamento. Na maioria das escolas de ensino básico ou superior o que ocorreu na prática foi uma grande precarização do ensino, em muitos casos com a ausência completa da educação na maioria das escolas públicas do Brasil. Os ataques à educação que já ocorriam há décadas, se intensificaram mais ainda na pandemia com o gestão do governo Bolsonaro e dos governadores.

É nesse contexto que a Kroton se une com uma operadora, aproveitando o cenário de completo caos e ataques em que está a educação brasileira. O interesse da Kroton e da TIM é utilizar esse cenário para garantirem seus lucros por meio de uma maior precarização da educação, ampliando seu mercado consumidor.

Segundo a própria Cogna, empresa responsável pela Kroton, essa parceria “oferece grande potencial de geração de valor para ambas as empresas por meio do crescimento da base de alunos Ampli, de um lado, e a maior fidelização dos clientes TIM, de outro lado.”

Essa geração de valor, ocorre justamente por meio da implementação de uma educação precária, com a exploração de seus trabalhadores. Isso demonstra como no capitalismo a educação é uma mercadoria, que como todas as outras, serve para garantir os lucros dos grandes empresários.

Pode te interessar: Educação e trabalho na pandemia: uma visão marxista sobre EAD e o ataque às humanas




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias