×

Racismo | Justiça racista nega que casal tenha cometido crime por acusar jovem de roubar bicicleta

Caso ocorreu no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, em junho. Um casal abordou um jovem negro, Matheus Ribeiro, e o acusou de ter roubado uma bicicleta elétrica. Na decisão, o juiz negou que tivesse ocorrido crime de racismo, pois o casal verdadeiramente acreditava que Matheus havia roubado.

quinta-feira 5 de agosto | Edição do dia

Matheus Ribeiro (Foto: Divulgação)

No dia 12 de junho, o casal tinha acabado de ter a bicicleta elétrica roubada, e acusaram Matheus de ter cometido o crime, pelo único fato que ele estava com uma bicicleta, sua, igual. Matheus fez um boletim de ocorrência acusando-os de racismo.

No entanto, a decisão do juiz, que segue o pedido do Ministério Público e a conclusão da investigação levada a cabo pela Polícia Civil, é que não pode concluir de que houve crime de racismo, pois o casal não teria tido esta intenção, e acreditavam verdadeiramente que Matheus os havia roubado.

Leia também: [VÍDEO] Casal racista no Leblon acusa falsamente homem negro de roubar bicicleta

Independentemente do que o casal acreditava ou não, é bastante claro que Matheus foi acusado do crime pelo fato de ser negro, enquanto circulava em um dos bairros mais caros do Brasil. Esta decisão reforça o caráter racista do judiciário, que mantém dezenas de milhares negros presos sem sequer terem sido julgados.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias