×

EM VÁRIAS CIDADES DO PAÍS | Justiça por Jacarezinho! MRT e Esquerda Diário de norte a sul nos atos do 13 de maio

O Movimento Revolucionário de Trabalhadores e o Esquerda Diário estiveram presentes em diversas cidades do país hoje, nesse 13 de maio, nas ruas lutando por justiça por Jacarezinho, responsabilizando o Estado pela chacina e exigindo investigação independente do Estado. Confira fotos e vídeos

sexta-feira 14 de maio | Edição do dia

Há 133 anos da abolição da escravidão, milhares saíram às ruas no Brasil hoje para denunciar a chacina no Jacarezinho, a violência racista da polícia brasileira, o genocídio da população negra e o racismo que persiste em nosso país. Esse 13 de maio ficou marcado de sangue com as dezenas de mortes no Rio de Janeiro, levadas a frente pela polícia assassina. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Campinas, Belo Horizonte, Natal, Brasília, estivemos presentes levantando uma política que se enfrente com o conjunto do regime golpista assassino. Veja fotos e vídeos dos atos mais abaixo.

Nós do MRT e do Esquerda Diário levantamos nossas bandeiras em defesa de uma investigação independente do Estado, imposta pela mobilização e que deveria ser levada a frente por movimentos sociais, sindicatos e organizações de direitos humanos. Não podemos confiar na polícia ou nas instituições desse Estado racista para julgar os assassinos. A impunidade é regra quando se trata da polícia, seja militar ou civil.

Saiba mais: Dossiê 13 de maio: Impor justiça à chacina do Jacarezinho com a força da nossa luta

Bolsonaro, Mourão e todo regime golpista são responsáveis por cada lágrima dessas mães e pelo banho de sangue que as polícias promovem. Reprimem e assassinam a população negra e os trabalhadores porque querem sufocar nosso grito de revolta, mas não apagam nossa história rica de rebeldia, de levantes e revoltas que fizeram tremer a burguesia racista e colocaram abaixo o sistema escravista. Em vários locais denunciamos também a paralisia das centrais sindicais e entidades estudantis que estão sem organizar a resistência necessária para enfrentar os ataques que estão vindo de todos os lados, apostando suas fichas em 2022 enquanto a população adoece e perece na miséria.

Ao contrário do que quer a extrema direita e suas forças repressivas, nós levantamos nossas cabeças e vamos às ruas, porque basta de morrer pela fome, pela covid, pelos lucros capitalistas, lutamos também pelo fim dos autos de resistência, por punição aos assassinos, pelo fim das operações policiais nas favelas e o fim dessa instituição racista.

Confira nossas fotos

Rio de Janeiro
17h - Candelaria

São Paulo
17h - MASP

Porto Alegre
17h - Esquina Democrática

Belo Horizonte
17h - Praça Afonso Arinos

Natal
16h - Midway Mall

Campinas

Brasília
17h - Praça dos Três Poderes (em frente ao STF)




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias