×

Urgente | Justiça determina o fechamento de Cozinha Solidária da Azenha enquanto fome assola o país

O imóvel, na Av. Azenha em Porto Alegre, ocupado pelo MTST estava abandonado e pertence à União. Como se não bastasse o governo Bolsonaro e Mourão ser responsável por milhares de mortes na pandemia e toda a carestia de vida imposta a nossa classe, são os responsáveis pelo imóvel. Na manhã dessa quarta-feira (6) a justiça, que para atacar nossa classe está lado a lado com Bolsonaro, determinou que o lugar deve ser desocupado em 48h.

quarta-feira 6 de outubro | Edição do dia

Foto: MTST_RS Instagram

A população de rua aumentou em 40% no último ano e a fome atinge milhares de pessoas em Porto Alegre. É um absurdo que nesse momento de crise que passa o país, com 14,8 milhões de desempregados se ataque projetos como esse que serve em torno de 150 refeições po dia e ajuda moradores de rua a ter o que comer. O judiciário cheio de privilégios e altos salários está pouco se importando com a situação de quem tem fome. Está claro que defendem os interesses dos ricos especuladores imobiliários. Não há proposta do que fazer com o imóvel a não ser deixá-lo vazio enquanto a população morre fome.

É preciso cercar de solidariedade a Cozinha Solidária da Azenha e não permitir esse despejo absurdo. Além de descarregarem, de todos os lados, a crise criada capitalista querem impedir que as pessoas mais atacadas por esse regime possam ter um prato de comida, que é o mínimo do mínimo de alguma dignidade humana. É preciso lutar para que sejam os capitalistas que paguem por essa crise criada por eles mesmos. Sem ilusões no judiciário, Congresso e nenhuma instituição desse regime podre. A fome e a miséria não podem também esperar as eleições de 2022, é preciso unificar as forças da nossa classe para a luta contra todo esse regime golpista e que nos massacra. Unidade só com a nossa classe e não com a direita liberal como fazem o PT, o PCdoB e partes do Psol.

#CozinhaDaAzenhaResiste #EuApoioACozinhaSolidáriaDaAzenha




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias