Sociedade

CORONAVÍRUS

Justiça determina fechar praias e hospedagem em Búzios após regresso à fase vermelha

Após aumento do número de casos de Covid-19 em Búzios, a justiça do Rio de Janeiro determinou que o município volte para a Bandeira Vermelha - Risco 3 hoje (quinta, dia 17), dando 72 horas para que os turistas deixem o local, hotéis, pousadas e praias serão fechadas. Nessa manhã trabalhadores do setor de turismo protestaram contra a decisão e prefeitura recorre.

quinta-feira 17 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Paulo Veiga/Inter TV RJ

A justiça determinou o fechamento com urgência de hotéis, pousadas e outros meios de hospedagem Búzios, na Região dos Lagos do Rio, sendo a volta para a Bandeira Vermelha - Risco 3 a partir do aumento de casos de contaminados e mortes pela pandemia na região. Os turistas terão 72 horas para deixar a cidade. Se o município descumprir a decisão será aplicada uma multa de R$ 100 mil por dia.

Nessa manhã cerca de 500 trabalhadores de diferentes categorias e setores protestaram em frente à prefeitura, local onde fica o fórum também, contra a decisão que impede a entrada de turistas, com placas escrito "Búzios não fecha" e "Lockdown não". Essa é uma das contradições em meio à alta nos riscos de contaminação por Covid-19, pois as medidas de isolamento social afetam a renda e emprego de diversos trabalhadores, sobretudo informais. As preocupações aumentam frente ao término do auxílio emergencial, não prorrogado pelo governo Bolsonaro, embora medidas para empresários e banqueiros permaneçam.

A prefeitura afirmou que está seguindo a decisão judicial e também busca recurso contra a decisão junto ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.




Tópicos relacionados

COVID-19   /    pandemia   /    Coronavírus   /    Rio de Janeiro   /    Sociedade

Comentários

Comentar