×
Rede Internacional

MACHISMO POLICIAL | Justiça Militar absolve PMs por estupro alegando que a vítima "não reagiu"

Em mais uma demonstração do corporativismo militar, e da impunidade da polícia, dois PMs foram inocentados em um processo por terem estuprado uma jovem dentro de uma viatura na Praia Grande, litoral de São Paulo. Na sentença, o juiz militar afirmou que ela não havia feito nada para se livrar da situação, usando isso como base para inocentar os policiais.

terça-feira 22 de junho | Edição do dia

(Foto: Reprodução)

O caso ocorreu em 2019. A jovem, então com 19 anos, pediu informações aos PMs após descer do ônibus no ponto errado. Os policiais ofereceram uma carona para ela até a rodoviária. No trajeto, um deles a estuprou com o carro em movimento, enquanto o outro dirigia. Perícia realizada na investigação confirmou que ocorreu sexo, além de encontrar sêmen na viatura. O celular da vítima também foi encontrado no carro.

Leia também: PM Racista de Dória alveja 2 jovens negros em São Paulo

A jovem diz que o PM usou força física para estupra-la e que ela se sentiu ameaçada e coagida, pois os dois policiais estavam armados. Dessa maneira, a sentença que inocenta os dois é ainda mais absurda, pois conclui que o fato da vítima, que estava sozinha, não reagiu contra dois policiais armados, e que contam ampla imunidade contra seus crimes, é uma demonstração de consentimento.

O juiz militar escreve que "não houve violência" e que "a vítima poderia sim resistir à prática do fato libidinoso, mas não o fez", em uma demonstração do machismo usado para sustentar a sentença. O policial que dirigia foi absolvido de todos os crimes, enquanto o que estuprou a jovem foi condenado por libidinagem, mas cumprirá pena em regime aberto.

Leia também: Letícia Parks: "Não é possível reformar e controlar as polícias"

Esta decisão reafirma, portanto, a impunidade com que policiais contam quando cometem algum crime, como a Chacina do Jacarezinho e o assassinato de Katlhen Romeu, ambos no Rio de Janeiro.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias