ESPORTE

Judiciário arquiva acusação de injúria racial contra Ramirez, do Bahia

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) informou nesta quinta-feira (11) que arquivou o processo em que o meia Índio Ramirez, do Bahia, é acusado de ter cometido injúria racial contra o volante Gerson, do Flamengo. Gerson acusou o meia do Bahia de ter gritado "cala a boca, negro" para ele, após gol em partida no dia 20 de dezembro.

sexta-feira 12 de fevereiro| Edição do dia

Foto: SERGIO MORAES / REUTERS

Como havíamos noticiado aqui no Esquerda Diário, em dezembro Gerson Santos, do Flamengo, relatou após a partida ter sofrido ofensas racistas de Ramirez, jogador do clube baiano. Mano Menezes, treinador do Bahia, também bateu-boca com Gerson após a acusação.

"Ele chegou pra mim e falou cala boca negro! Eu tô vindo aqui, eu nunca falei nada disso porquê eu nunca sofri, mas isso daí eu não aceito, não aceito"

Agora, Maurício Neves Fonseca, auditor relator do inquérito no STJD, justificou em nota à imprensa a decisão de arquivar o processo "pela insuficiência de elementos probatórios". A nota do Tribunal diz que, conforme o relator, as pessoas ouvidas no processo - entre elas árbitro, auxiliares e o então técnico do Bahia, Mano Menezes - afirmaram não terem ouvido Ramirez dizer a frase a ele atribuída.

Porém, no último dia 4, a Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou Ramirez por crime de injúria racial. Segundo nota divulgada na ocasião, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) ouviu testemunhas, analisou a súmula da partida e imagens que "comprovam a indignação imediata de Gerson" ao escutar o que teria sido dito pelo meia colombiano.

Essa é mais uma demonstração do racismo do Estado, incorporado não só nos assassinatos cometidos pela polícia, mas também através do poder Judiciário, responsável por manter a impunidade desses policias, a população negra seja maiora da massiva população carcerária, com 40% sem direito a julgamento, o aumento da terceirização do trabalho.




Tópicos relacionados

Racismo no Esporte   /    Racismo e Futebol   /    Racismo de Estado   /    Esportes   /    Esporte   /    Poder Judiciário   /    [email protected]

Comentários

Comentar