Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

Jovens são presos arbitrariamente no Capão Redondo. Liberdade já!

Quatro jovens foram presos, sem provas, em abordagem da polícia dentro do complexo da Escola Iracema Marques, no Parque do Engenho, no Capão Redondo, Zona Sul de São Paulo, região onde moram. Os três foram surpreendidos por PMs que faziam uma busca por roubo de carga e entraram atirando no local.

sexta-feira 18 de dezembro de 2020| Edição do dia

Mesmo com a alegação da vítima da não participação dos jovens no crime e do depoimento de um dos envolvidos, que foi preso, negando estar junto aos jovens, a polícia segue mantendo os jovens Alexssandro, Kelvim e Erick presos, enquanto Rafael segue em prisão domiciliar. A filmagem que prova a inocência deles não foi utilizada na acusação de interceptação que sofreram, provando o caráter racista e preconceituoso da prisão arbitrária desses jovens da periferia.

Os atos e as caminhadas até o metrô, já feitos pelos familiares, são uma forma legítima de chamar a atenção para o caso e exigir justiça contra essa arbitrariedade do Estado, da PM e do judiciário que oprimem a população trabalhadora e periférica.

Basta de repressão a juventude! Liberdade imediata a Alexssandro, Kelvim, Erick e Rafael!

A página da campanha no Facebook é https://www.facebook.com/Liberdade-AOS-inocentes-105947178056161/




Tópicos relacionados

Brutalidade policial   /    Repressão policial   /    Racismo de Estado   /    Racismo Policial   /    Racismo   /    PM   /    PM São Paulo   /    "Partido Judiciário"   /    Sociedade   /    Poder Judiciário   /    Violência policial   /    São Paulo (capital)   /    [email protected]

Comentários

Comentar