×

Racismo | Jovens negros presos injustamente são soltos após mobilização da população

Durante 14 dias os dois jovens foram mantidos presos injustamente, sendo soltos somente após a mobilização da população que obrigou a justiça a conceder Habeas Corpus para os dois.

sexta-feira 15 de janeiro | Edição do dia

Nesta quarta-feira (14), João Igo Santos Silva, 37 anos, e Felipe Patricio Lino Ferreira, 20 anos, foram soltos depois de terem sido mantidos presos pela justiça durante 14 dias. Mesmo com a autorização para o Habeas Corpus, concedida a partir da articulação entre o coletivo Luta popular que os jovens integram e a população, ambos seguem sendo acusados de roubo.

Em nota, o coletivo mencionado anteriormente reforça a necessidade da manutenção e fortalecimento da mobilização contra o processo criminal que segue em curso contra Igo e Felipe.

A prisão de Igo e Felipe escancara novamente os efeitos do racismo estrutural sobre a juventude negra que é diariamente perseguida pela polícia e pela justiça. Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com a luta dos dois e de toda juventude contra a justiça racista que está à serviço da manutenção de toda forma de exploração e opressão na sociedade. Abaixo, disponibilizamos o vídeo de Igo e Felipe falando sobre o assunto:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias