×
Rede Internacional

VIOLÊNCIA POLICIAL | Jovem PCD do Maranhão é brutalmente assassinado pela polícia

Policias invadiram a casa de Hamilton César, 23 anos, enquanto dava almoço ao seu avô, e o executaram com três disparos. O rapaz tinha deficiência intelectual e foi morto por desejar boa sorte a Lázaro nas redes.

terça-feira 22 de junho | Edição do dia

A mãe de Hamilton, Ana Maria, mostrou os laudos médicos para a polícia e desabafou: “Ele tinha 23 anos, mas tinha mentalidade de 12 anos porque tinha um distúrbio mental. Ele nunca matou, roubou, nunca estuprou, apenas postava essas coisas porque ele tinha problemas mentais”.

Covardemente o delegado de Presidente Dutra, César Ferro, culpou o jovem pela morte inventando que este estaria armado com uma faca e havia ameaçado os policiais. Toda a família e comunidade próxima que conhecia Hamilton contestaram essa versão. Os três policias envolvidos na morte do rapaz estão afastados temporariamente.

A verdade é que não é o primeiro caso de violência às comunidades causada pela polícia na busca pelo serial killer. A própria esposa do Lázaro foi torturada pela polícia na busca do seu paradeiro, assim como ataques racistas por parte dos militares em terreiros Candomblés, acusando as organizações de Matriz Africana de estarem escondendo Lázaro e promovendo rituais satânicos.

veja também:
Esposa de Lázaro sofreu tortura de policiais que tentavam descobrir o paradeiro do marido
Manifesto denuncia racismo de militares que invadiram terreiros de Candomblé atrás de foragido




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias