Sociedade

ESTUPRO | FUTEBOL

Inter demite Matheus Monteiro, jogador flagrado em vídeo confessando estupro

O Internacional comunicou que demitiu Matheus Monteiro e Luiz Vinícius, ambos os jogadores das categorias sub-20 do clube, após vídeo publicado em quem Matheus admite ter drogado garota e a levado para o quarto.

quarta-feira 2 de dezembro de 2020| Edição do dia

Mais um caso de estupro ronda o futebol. Agora no sul do país. O Internacional comunicou que rescindiu os contratos de Matheus Monteiro e Luiz Vinícius, após video publicado no instagram do segundo, com Matheus contanto que drogou uma garota com ecstasy e a levou para o quarto.

O vídeo é praticamente uma confissão de estupro do jogador das categorias de base, e gerou imensa revolta. Meses atrás, o caso de Robinho foi o que tomou conta da pauta esportiva e social, indignando a população com o fato de o Santos ter apenas suspendido o contrato de Robinho, e também por tê-lo feito apenas após seus patrocinadores fazerem ameaças de rompimento de contratos.

“Eu coloquei uma bala [êxtase] lá no coisa, eu coloquei uma bala no copo dela, ela ficou daquele jeito. Ela nem se ligou na cena. Ela bebendo aqui, eu peguei o copo dela, quebrei um pedacinho, larguei ali, ela ficou mal”

José Alex Fagundes, advogado dos dois jogadores também deu uma absurda declaração, normalizando a violência contra a mulher, e a tratando como assunto de portas fechadas.

Ele disse que “violência doméstica deve acontecer na casa de cerca de 50% dos jogadores, mas são coisas que se resolvem na vida pessoal”. A declaração foi dada durante o depoimento dos jogadores na delegacia.

É mais um caso de estupro no meio do futebol, mostrando, como querem esconder alguns, que o futebol não está isolado da sociedade e das mazelas que precisam ser combatidas. Se por um lado ele pode expressar em seus terrenos o que há de melhor na sociedade, como a solidariedade, pode também expressar o que há de mais degenerado e degradante da sociedade capitalista.




Tópicos relacionados

Porto Alegre   /    Internacional   /    Esportes   /    Mulheres   /    Esporte   /    Machismo   /    Estupro   /    Futebol   /    Sociedade   /    Violência contra a Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar