Mundo Operário

Salário Mínimo

Insuficiente perante o custo de vida, Câmara aprova MP que mantém salário mínimo em R$ 1.100

Câmara de Deputados aprovou nesta quarta-feira(26) o texto base da Medida Provisória de Bolsonaro sobre reajuste do salário mínimo para R$ 1100 que já vinha em vigor desde o início de 2021.

quinta-feira 27 de maio| Edição do dia

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O salário mínimo receberá um aumento de 5,26% referente ao salário mínimo de 2020, R$1045, o que significa R$55 a mais. A MP proposta pelo governo Bolsonaro que passou pelos deputados agora vai para o Senado analisar a proposta.

Veja também: Bolsonaro gastou R$ 1,7 milhão em suas férias de carnaval enquanto população passa fome

A variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi de 5,22% entre janeiro e dezembro de 2020, essa foi a base da proposta do Governo. Porém, com os preços aumentando esse ano, o governo mudou decimais de ajuste.

Pode te interessar: Marcello Pablito: "Abaixo a reforma da previdência da prefeitura do PSOL em Belém"

A proposta de novo salário mínimo não chega nem a ser condizente o aumento da inflação, enquanto bancos recebe milhões e a população amarga mortes, desemprego e empregos precários, a base bolsonarista afirma cinicamente que “Claro, se o presidente Bolsonaro pudesse dar um aumento muito maior, ele daria”, disse o deputado Sanderson (PSL-RS).

Veja também:Privilegiados não são os servidores, são os bancos que recebem 1 trilhão da dívida pública




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    salário mínimo   /    Câmara dos Deputados   /    Inflação   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar