Sociedade

CORONAVÍRUS

Infecções de COVID-19 dobram em Nova York, dados foram apresentados nessa quinta-feira

O prefeito de Nova York Bill de Blasio anunciou, nessa quinta-feira (29), dados preocupantes sobre o número de infecções na cidade de Nova York. Após uma estabilização durante o verão a cidade volta a registrar aumento nos casos.

sexta-feira 30 de outubro| Edição do dia

Foto: theguardian.com

A cidade que é uma das maiores metrópoles do mundo registrou mais de 23 mil mortes, foram 33 mil no estado todo de Nova York. Fruto de um total descaso dos governantes, a começar por Trump que negou desde o início a pandemia, não garantiu testagem massiva e uma política adequada de isolamento e atendimento aos infectados.

Bill de Blasio em declaração ontem (29), considerou “very worrysome” (muito preocupante) o aumento da taxa de infecção de 1% para 2,7% anunciados nessa última quarta-feira (28). Disse que as pessoas devem evitar ao máximo viagens e aglomerações para que se evite medidas mais drásticas como as que estão sendo tomadas na Europa.

A ganância capitalista exige sangue e a única solução que os políticos da burguesia apresentam é restringir viagens e circulação de pessoas e no pior dos casos lockdown como quer Macron na França diante de uma nova onda de COVID-19 na Europa nesse momento. No fundo o que seus discursos encobrem são os interesses capitalistas, usam a pandemia para queimar parte das forças produtivas com as mortes como uma das suas saídas da crise que criaram e descarregam sobre os trabalhadores.

É preciso lutar por uma saída dos trabalhadores organizados para controlar a indústria e a tecnologia e colocá-las a serviço da vida e da saúde humana e não mais dos lucros capitalistas. Essa é uma luta sem dúvida internacional. Mas no Brasil essa luta passa por superar as direções burocráticas do movimento de trabalhadores se auto organizando em cada local de trabalho e estudo para batalhar por um sistema de saúde 100% estatal e administrado pelos próprios trabalhadores da saúde principalmente nesse momento em que Bolsonaro ameaça a privatização do SUS.




Tópicos relacionados

pandemia   /    Coronavírus   /    Crise capitalista   /    Que os capitalistas paguem pela crise!   /    Capitalismo   /    Sociedade   /    Internacional

Comentários

Comentar