×

Justiça para Merlino | Hoje - Homenagem ao vivo: 50 anos sem Merlino, 50 anos sem justiça

Hoje se completam exatamente 50 anos do brutal assassinato de Luiz Eduardo Merlino, estudante, jornalista e militante, mediante tortura comandada pelo Coronel Brilhante Ustra. Acompanhamos a luta de familiares e camaradas por memória e justiça. Assista à homenagem ao vivo.

segunda-feira 19 de julho | Edição do dia

Luiz Eduardo Merlino foi estudante de história da USP, jornalista e militante trotskista. Foi preso no dia 15 de julho de 1971, e foi torturado no DOI-CODI de São Paulo com os métodos mais brutais, levando à sua morte em 19 de julho de 1971. Quem comandou essa tortura e assassinato foi o Coronel Brilhante Ustra, defendido por Bolsonaro.
Conheça mais sobre a história de Merlino e a luta por memória e justiça, em alguns dos materiais produzidos pelo Esquerda diário nos últimos anos:

VÍDEO: Angela Mendes de Almeida fala sobre o assassinato de Luiz Eduardo Merlino

“Na verdade é uma transição que não acabou nunca” – entrevista completa com Angela Mendes de Almeida

Absurdo: TJ-SP reverte condenação de Coronel Ustra pela tortura e morte de Luiz Merlino

DEPOIMENTO - DITADURA | Tatiana Merlino: "O homem que Bolsonaro chama de ’herói nacional’ torturou e matou meu tio”

O Esquerda Diário acompanha a luta por memória e justiça para Merlino, e hoje acompanhamos e divulgamos a homenagem ao vivo, com a participação de seus familiares e camaradas. Veja abaixo:
*
Segunda-feira, 19.07.21, às 19h faremos #AOVIVO uma homenagem a Luiz Eduardo da Rocha Merlino, estudante, jornalista e militante que, em 19 de julho de 1971, teve sua vida interrompida em um brutal assassinato mediante tortura, comandada pelo Coronel Brilhante Ustra, no DOI-CODI de São Paulo.

O combate pela Memória tem sido uma das lutas da família e dos amigos de Merlino, e esta é uma ação nesse sentido. Infelizmente a luta por Justiça também tarda: são 50 anos sem nenhum tipo de solução judicial contra seus algozes, mesmo com o reconhecimento da responsabilidade do Estado pela sua morte.

Seguimos reverenciando a vida de Merlino, jovem estudante, jornalista e militante, ceifada pela brutalidade da ditadura militar. MERLINO PRESENTE!

Participam deste encontro:
Tatiana Merlino (Coletivo Merlino), Angela Mendes de Almeida (ex-companheira), Nicolau Bruno (Coletivo Merlino), Joana Brasileiro (Coletivo Merlino), Adriano Diogo ( ex-deputado responsável pela Comissão Estadual da Verdade- Rubens Paiva), Ivan Seixas (militante dos Direitos Humanos), Leane Ferreira de Almeida (camarada e testemunha da tortura), Tonico Ferreira (amigo), Michael Löwy (camarada), Fernanda Azevedo (Kiwi Cia de Teatro), Stanislaw Szermeta (camarada), Eleonora Menicucci (camarada), Francilene Fernandes (Mães de Maio).

Filmagens raras de Merlino, de familiares e amigos:
Dona Iracema (mãe)
Lúcia Merlino
Marina Merlino
Arthur Merlino
Joel Rufino dos Santos

Este material reunido faz parte de um filme, ainda em processo, sobre as vidas de Angela e Merlino dirigido por Nicolau Bruno e Francisco Miguez.

Saiba mais em: www.coletivomerlino.org

LINKS DA TRANSMISSÃO:
https://youtu.be/LutMcpWBcsg

https://www.facebook.com/292074710916413/posts/2870010246456167/




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias