×

Eleições 2022 | Guru econômico de Moro foi presidente do BC durante a Ditadura Militar

Sergio Moro entrou de vez na corrida presidencial para 2022, e revelou o principal nome da sua equipe econômica. Affonso Celso Pastore é ex-presidente do BC, durante a Ditadura Militar, e atualmente consultor econômico, uma mensagem ao mercado financeiro de que seu programa será de aplicação dura dos ataques do capital financeiro.

quarta-feira 17 de novembro | Edição do dia

Depois de se filiar ao Podemos, Sérgio Moro escancarou de vez suas pretensões presidenciais no programa de Pedro Bial. Além disso, o ex-juiz que usou de todo autoritarismo judiciário para prender Lula e depois ser promovido a Ministro da Justiça do governo Bolsonaro, apontou quem é seu guru, na área da economia.

O “Posto Ipiranga” de Moro é Affonso Celso Pastore. O economista formado na FEA-USP é ex-presidente do BC, tendo ocupado o cargo em meio a Ditadura Militar, entre os anos de 1983-85 durante o governo Figueiredo.

Antes disso, Pastore já havia ocupado alguns cargos dentro do governo ditatorial. Entre 1967 e 1973, integrou a assessoria conjunta dos ministérios da Fazenda e do Planejamento, a partir de sua relação com o então ministro da Fazenda Antônio Delfim Netto, notório por ter sido um dos signatários do AI-5. Em 1968, fez parte da delegação do governo brasileiro na reunião do FMI, em Washington.

Pastore, atualmente é consultor econômico, sendo mais um nome direto do mercado financeiro. O economista é uma mensagem de Sergio Moro de que seguirá à risca a cartilha neoliberal de ataque às condições de vida dos trabalhadores em nome do capital financeiro.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias