×

Rifando a estatal | Guedes, defendendo privatização da Petrobras, diz que ela ’vai valer zero daqui a 30 anos’

Cinicamente, Paulo Guedes disse que "A Petrobras vai valer zero daqui a 30 anos", mas então, se não vai valer nada, então porque alguém iria querer comprar? Enquanto isso o preço do gás de cozinha e da gasolina segue aumentando, para justificarem sua venda com uma grande demagogia de que se for privatizada os valores irão diminuir, sendo que boa parte do valor dos combustíveis vai direto para o lucro dos seus acionistas.

terça-feira 26 de outubro | Edição do dia

Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil

"A Petrobras vai valer zero daqui a 30 anos. E o que nós fizemos? Deixamos o petróleo lá em baixo com um monopólio, uma placa de monopólio estatal em cima. O objetivo é tirar esse petróleo o mais rápido possível e transformar em educação, investimento, treinamento, tecnologia", afirmou Guedes durante evento de lançamento do Plano de Crescimento Verde nesta segunda-feira.

O governo Bolsonaro avalia encaminhar ao Congresso Nacional um projeto de lei que permite na prática a privatização da Petrobras, de acordo com integrantes da equipe econômica. O texto permite a venda de ações da estatal de modo que o governo perca o controle da empresa.

Veja mais: Bolsonaro e Guedes avaliam projeto que avançará com a privatização da Petrobras

Bolsonaro, durante uma entrevista à rádio Caçula FM, do Mato Grosso do Sul, nesta segunda-feira(25), comentou o tema da privatização. Para Guedes, a fala do presidente é a responsável pela elevação dos papeis da Petrobas, que subiram 6% na Bolsa.

Veja também:Petrobras anuncia mais um aumento da gasolina, que subiu 73% neste ano

"Bastou o presidente falar ’vamos estudar’, e o negócio sai subindo e aparece R$ 100 bilhões. Não dá pra dar R$ 30 bilhões para os mais frágeis num momento terrível como esse, se basta uma frase do presidente para aparecer R$ 100 bilhões, brotar no chão de repente. Por que nós não podemos pensar ousadamente a respeito disso?", disse o ministro da economia.

Veja também: Com aumento da energia elétrica, gás e alimentação, inflação é 20% maior para os mais pobres

De foma mentirosa, Guedes diz que o objetivo é tirar o petróleo o mais rápido possível para transformar a riqueza em educação, investimentos e tecnologia. "Tem que sair mais rápido. Não adianta ficar uma placa dizendo que é estatal e o petróleo não sai do chão. E quando sai, sai com corrupção. Se houve a maior roubalheira da história no ’Petrolão’ e agora o preço do petróleo só sobe, o que o povo brasileiro ganha com isso?", disse o ministro, sem falar que boa parte do valor dos combustíveis vai direto para o lucro dos seus acionistas, e quem estava por trás de esquemas de corrupção como o ’Petrolão’ eram altos executivos de empresas privadas, como as empreiteiras, que se constituíram como gigantes vivendo às custas de operações legais e ilegais com o Estado brasileiro, das grandes obras às privatizações. Esquemas estes que foram investigados pela ’Operação Lava-Jato’, defendida pelos setores golpistas do regime, inclusive Bolsonaro, mas que não tinha como objetivo acabar com a corrupção, e sim avançar com a agenda econômica do golpe, com ataques brutais contra a classe trabalhadora, abrindo caminho para a eleição do governo Bolsonaro, genocida, reacionário e corrupto até a medula.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias