×

Corrupção | Guedes admite que Bolsonaro recriou ministério do trabalho apenas para dar cargo a Onyx

A corrupção do governo Bolsonaro está ficando cada vez mais descarada. Dessa vez, ao ver seu aliado Onyx Lorenzoni(DEM), ter que dar lugar a Ciro Nogueira (PP) como novo ministro da casa civil, Bolsonaro decidiu recriar o ministério do trabalho, que seu próprio governo aboliu o transformando em uma pasta do ministério da economia, para que Onyx não perdesse seu privilégios e regalias enquanto ministro.

quinta-feira 22 de julho | Edição do dia

Foto: Marcos Corrêa/PR
Paulo prontamente se colocou em defesa da atitude de Bolsonaro, dizendo que vê com total naturalidade, uma vez que Onyx, foi um grande alinhado pelas reformas, e portanto não pode ficar sem um ministério. Em entrevista Guedes falou:

"Está havendo uma reorganização interna sem nenhuma ameaça ao coração da política econômica. Zero ameaça. Mas começa uma crise de acomodação porque entra Ciro Nogueira para a Casa Civil e o ministro é o general Ramos, que estava fazendo um bom trabalho e tem a confiança do presidente. Ele é deslocado para a Secretaria-Geral e lá tem o Onyx, um fiel e leal companheiro. E agora o Onyx fica sem ministério?"

Leia também: Onyx mostra seu cinismo e diz que vai resolverá com Deus sobre denúncia de caixa 2 e Onyx admite que governo Bolsonaro está "vendendo o Brasil"

Guedes ainda por cima afirmou que sem a entrada de Nogueira, não seria necessário a recriação do ministério.

Toda essa situação demonstra o nível de sujeira e corrupção do qual o governo Bolsonaro está ligado, e que a corrupção é algo indissociável do capitalismo. Bolsonaro sustenta seus ministros aliados com o dinheiro público vindo do nosso bolso enquanto retira os nossos direitos e sucateia os serviços públicos que são utilizados pela classe trabalhadora e pobre.

Fonte: Uol




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias