REPRESSÃO POLICIAL

Guarda Municipal de Natal-RN invade escola e agride estudante

Nessa quarta (24), o estudante Marcos Alexandre do Instituto Federal de Educação Ciencia e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN e coordenador da FENET (Federação Nacional dos Estudantes de Ensino Técnico - FENET) foi agredido durante a mobilização pra ato em defesa da educação.

quinta-feira 25 de julho| Edição do dia

Nessa quarta (24), o estudante Marcos Alexandre do Instituto Federal de Educação Ciencia e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN e coordenador da FENET (Federação Nacional dos Estudantes de Ensino Técnico - FENET) foi agredido durante a mobilização pra ato em defesa da educação.

Durante reunião de preparação para ato do dia 08/08 de preparação da Greve Geral da educação, a guarda municipal invadiu a escola a mando da diretoria que não aceitava a reunião de mobilização dos estudantes. Marcos Alexandre foi imobilizado e agredido pela Guarda Municipal.

A maior repressão incentivada pelo governo Bolsonaro já dá seu tom nas mínimas mobilizações contra os cortes na educação, o projeto Future-se que quer avançar com um plano de privatização contra estudantes e trabalhadores, e a reforma da previdencia.

É necessário cada vez mais intensificar a luta estudantil e isso passa por superar as direções que hoje travam a nossa luta para poder negociar, como a direção majoritária da UNE composta pela UJS e o PT. Por isso a nossa luta também não pode ser apenas contra os cortes na educação, como quer essa direção, mas contra a reforma da previdencia também que quer fazer com que os trabalhadores e a juventude trabalhem até morrer.




Comentários

Comentar