Política

ATAQUE FASCISTA

Grupo integralista assume atentado contra Porta dos Fundos

quinta-feira 26 de dezembro de 2019| Edição do dia

Grupo Integralista assumiu a autoria do atentado contra a sede da produtora do canal humorístico Porta dos Fundos. Em vídeo publicado na internet o grupo assume a autoria, e divulga imagens de seus feitos. Trata-se de mesmo grupo que já tinha atacado a UFF e Unirio queimando bandeiras anti-fascistas.

A ação desse grupo de extrema-direita nas universidades cariocas em 2018 aconteceu ao mesmo tempo que o judiciário, especialmente o TRE atacava a juventude que organizava atividades contra Bolsonaro e gozou de vistas grossas das autoridades.

O atentado ocorrido neste Natal, motivado pelo seu ódio homofóbico, mal tem ganhado projeção na grande mídia e não contou sequer com pronunciamento formal de Crivella, Witzel, Moro ou Bolsonaro, em um silêncio conivente com a violência da extrema-direita.

O atentado acontece no mesmo Rio de Janeiro que há quase 2 anos ainda sofre com a impunidade dos mandantes do assassinato de Marielle. Contra a violência da extrema-direita, de milícias, de grupos religiosos e fascistas não se pode contar com o Judiciário, com as forças policiais intrinsecamente ligadas a esses grupos, mas na organização da juventude e da classe trabalhadora para fazer frente a extrema-direita e garantir a organização da classe trabalhadora, da juventude e de todos setores oprimidos.

Pode te interessar conhecer a história da atuação da classe trabalhadora e dos revolucionários para impedir manifestação dos integralistas, conhecida como "Batalha da Praça da Sé" ou "Revoada dos Galinhas Verdes"




Tópicos relacionados

Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar