×

Guarulhos | Greve na Proguaru: centenas marcham até a Secretaria da Fazenda contra a extinção da empresa

Hoje (21), no segundo dia de greve da Proguaru, centenas de trabalhadores marcharam até a Secretaria da Fazenda, órgão responsável pela extinção dessa empresa municipal. Se for consolidada, essa medida deixará mais de 4,7 mil trabalhadores sem emprego.

terça-feira 21 de setembro | Edição do dia

Os trabalhadores da empresa Proguaru (que presta serviços de asseio, conservação, construção civil e serviços gerais em Guarulhos) estão em greve desde esta segunda-feira (20) contra o fechamento da empresa que foi anunciado pelo prefeito Guti (PSD). Conforme denunciamos aqui, para se eleger, esse prefeito afirmou que não extinguiria a empresa, entretanto agora mostra sua verdadeira cara.

Nesta terça (21), os trabalhadores realizaram uma forte manifestação, que se concentrou na Praça Getúlio Vargas e foi até a Secretaria da Fazenda, órgão responsável pela extinção dessa empresa municipal. Guti (PSD) sequer esconde seus interesses privatistas e de precarização ainda maior do trabalho com o fechamento da empresa municipal. Mal foi anunciada a extinção da empresa e os pregões para contratação de empresas privadas e terceirizadas pelo menor preço para execução dos serviços prestados já estão marcados para 20 de setembro, como relatamos aqui.

Confira: Aeroviários e Aeronautas de Guarulhos apoiam a greve dos trabalhadores da Proguaru

Veja também: Professores de São Paulo apoiam a greve dos trabalhadores da Proguaru

No Brasil de Bolsonaro e Mourão, com seus aliados como Guti, vemos avançar cada vez mais as terceirizações e a precarização do trabalho. Apenas a força da nossa classe poderá dar um basta a essa situação. Todas as categorias de trabalhadores em Guarulhos precisam lutar pela vitória dos trabalhadores da Proguaru. Por isso através do Esquerda Diário queremos mostrar nossa solidariedade a essa luta e exigir que as centrais sindicais, os organismos de direitos humanos e dos trabalhadores e todos os partidos e organizações de trabalhadores dediquem todas as suas forças para organizar e unificar todos os setores de trabalhadores, para que sejam os capitalistas a pagarem por essa crise.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias