×

Pagamento para TODAS já! | Greve em Campinas conquista salários e vales, mas patronal ainda não pagou todas terceirizadas

Com dois dias de greve e dois importantes atos, as trabalhadoras terceirizadas das escolas municipais de Campinas fizeram com que a patronal pagasse seus salários. No entanto, ainda há trabalhadoras que não receberam e aguardam também, o pagamento dos vales. Pagamento para TODAS já!

sexta-feira 11 de fevereiro | Edição do dia

A força das trabalhadoras terceirizadas das escolas municipais em Campinas em uma greve ativa, com atos em frente à prefeitura, obrigou a patronal a garantir o pagamento dos salários e dos vales atrasados.

Os salários de uma parcela de trabalhadoras foram pagos no dia de ontem (10), quando por orientação do sindicato, decidiram encerrar a greve nesse momento, e caso os valores não fossem regularizados, voltariam à mobilização.

A falta do trabalho fundamental das terceirizadas, junto a importante greve e atos que protagonizaram fez com que a patronal finalmente se comprometesse a pagar o que deve às trabalhadoras.

Como a patronal só pensa nos seus lucros, parte das trabalhadoras terceirizadas ainda não receberam seus salários, e os vales estão prometidos para segunda-feira. Ou seja, os patrões pagam algumas trabalhadoras e dão o calote em outras, com intuito de dividir e desmobilizar a enorme força que demonstraram.

Frente a isso, a prefeitura de Dário Saadi (Republicanos) que também é responsável e deveria efetivar sem concurso todas as trabalhadoras, fica em silêncio e conivente com o calote que as trabalhadoras ainda sofrem, além das más condições de trabalho que são impostas.

É preciso exigir o pagamento imediato para todas as trabalhadoras, sem nenhum dia mais de tolerância com a patronal que precariza, divide e mente descaradamente.

O SIEMACO e também o STMC que representa os trabalhadores municipais precisam colocar todas suas forças à disposição das trabalhadoras terceirizadas e de sua organização, para que nenhuma fique sem o sustento de sua casa e de sua família.

Nós do Esquerda Diário, Nossa Classe Educação e Pão e Rosas continuaremos ombro a ombro com cada terceirizada até que todas recebam seus salários e vales e seguimos disponibilizamos nossas redes para dar vazão à essa luta e continuar fortalecendo a auto-organização das trabalhadoras.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias