×

Porto Alegre | Greve da Carris: Rodoviários seguem na luta contra os ataques de Melo e dos empresários

Completando 1 semana de greve, os rodoviários da Carris seguem mostrando disposição de luta para barrar a privatização da estatal e o fim do cargo de cobradores que foi já aprovado na Câmara, mas o prefeito bolsonarista, Sebastião Melo, ainda decreto a lei.

quarta-feira 8 de setembro | Edição do dia

Mesmo embaixo de chuva, os rodoviários da Carris seguem mobilizados em frente na garagem na luta contra a privatização e a extinção do cargo dos cobradores. A greve foi votada por tempo indeterminado e os trabalhadores seguem com disposição de luta para barrar os ataques que o prefeito bolsonarista Sebastião Melo quer impor na categoria. Na madrugada desta quarta (08), os trabalhadores da Carris, junto com estudantes e apoiadores da luta, estão agitando em frente a garagem convocando mais colegas a aderirem à luta.



Melo afirmou que irá colocar em votação hoje o PL da privatização na Câmara Municipal. Na semana passada o prefeito conseguiu aprovar a PL da extinção do cargo de cobradores que prevê a demissão de mais de 3 mil trabalhadores até 2026. Os dois projetos fazem parte do pacote do transporte público que o prefeito encaminhou para a Câmara onde visa aplicar inúmeros ataques aos rodoviários e a população que depende do transporte público que vai ser cada vez mais precarizado. Outro ataque que Melo quer aprovar na sequência é o fim das isenções de passagem para idosos, estudantes, e portadores de doenças. Um ataque que afeta milhares de pessoas na cidade.

Além de Melo querer seguir com esses brutais ataques que irão colocar milhares de rodoviários na rua, o prefeito bolsonarista segue atacando o direito de greve dos trabalhadores com o corte de ponto e do salário dos grevistas. Nós do Esquerda Diário viemos levantando a necessidade de uma forte campanha pelo o fundo de greve para que todos os trabalhadores possam seguir na luta sem sofrer as represálias que o governo e a chefia querem impor. Quem quiser pode estar contribuindo e ajudando na doação para o fundo de greve.

Leia também: É preciso construir um fundo de greve para enfrentar Melo contra a privatização da Carris

As privatizações e os ataques que estão sendo aplicados fazem parte do mesmo projeto de Bolsonaro, STF, Congresso, governadores e prefeitos, que é o de descarregar todos os efeitos da crise nas costas dos trabalhadores, e assim garantir que os capitalistas sigam lucrando enquanto milhões passam fome.

Nós do Esquerda Diário seguimos lado a lado dos trabalhadores e cobrindo toda essa luta. Acompanhe todas as nossas elaborações por aqui.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias