×

Guarulhos | Greve contra demissão em massa na Proguaru se inicia amanhã (20)

Mais de mil trabalhadores aprovaram a greve em assembleia no Paço Municipal na quarta-feira (15) contra a absurda medida de demissões em massas dos funcionários da Proguaru. A paralisação das atividades inicia a partir de segunda-feira (20).

domingo 19 de setembro | Edição do dia

Mais de mil trabalhadores aprovaram a greve em assembleia no Paço Municipal na quarta-feira (15) contra a absurda medida de demissões em massas dos funcionários da Proguaru. A paralisação das atividades inicia a partir de segunda-feira (20).

Leia mais: Prefeitura de Guarulhos quer fechar empresa e deixar 4,7 mil trabalhadores na rua

O prefeito da cidade de Guarulhos, Guti (PSD) quer fechar a empresa colocando 4.700 famílias na rua, isso em meio a crise econômica que assola o país, ao aumento do desemprego e da enorme elevação do custo de vida. Na pratica é condenar milhares de trabalhadores e suas famílias ao desespero para conseguirem manter seu sustento.

Esse fato se soma às diversas demissões que vimos ocorrer na cidade desde o início da pandemia. Como no aeroporto, que é um dos maiores centros econômicos de Guarulhos, onde milhares de trabalhadores foram demitidos, e os que não foram tiveram seus direitos cortados.

Essa tendência a privatizações, demissões e corte de direitos é resultado direto da politica das empresas de despejar os custo da crise nas costas dos trabalhadores, e se aproveitar desta para incrementar seus lucros. Tratando-se das políticas de ataque aos trabalhadores, tanto Bolsonaro, STF e as figuras que buscam ser uma "terceira via" tem acordo. No caso do PT, não só vimos nos seus anos de governo grandes processos de privatizações como agora, vemos que sua política eleitoral, tem a contra cara da completa paralisia das direções sindicais petistas.

Essa ameaça de demissões em massa coloca a urgência que as centrais sindicais organizem ações que unifique os trabalhadores, se solidarizando a luta dos funcionários da Proguaru para que vençam essa batalha. Os trabalhadores da Proguaru são parte dos que não pararam durante a pandemia, dos que mantém a cidade organizada e limpa, daqueles que limpam as escolas nesse momento onde professores, trabalhadores da educação e alunos estão tendo que retomar as aulas. Esse trabalho essencial deve ser defendido, contra as demissões e o fechamento da Proguaru.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias