×

EXTRAÇÃO MINERAL | Governo de Roraima sanciona lei que permite garimpo com uso de mercúrio

Governador do estado de Roraima Antonio Denarium (sem partido) sancionou uma lei estadual que permite o garimpo de minerais com uso de mercúrio, metal altamente tóxico e contaminador de solos e rios.

quarta-feira 10 de fevereiro | Edição do dia

O governador de Roraima, Antonio Denarium (sem partido), sancionou uma lei estadual que libera o garimpo com uso de minérios.

"Na lavra de ouro, só será permitido o uso de azougue (mercúrio) para a concentração caso seja apresentado projeto de solução técnica que contemple a utilização do mercúrio em circuito fechado de concentração e amalgamação do minério de ouro e a utilização de retortas e capelas na separação do amálgama e purificação do ouro, respectivamente, com todas as instalações necessárias para a eficiência técnica e ambiental do processo", diz trecho da nova lei estadual.

O mercúrio é usado para separar e extrair o ouro de rochas ou da areia porque adere ao ouro formando um amálgama, que posteriormente é aquecido. Com o calor, o mercúrio evapora e resta o ouro. Ele, no entanto, é um metal extremamente danoso ao meio ambiente e aos seres humanos.

Em setembro do ano passado, o jornal "Folha de S.Paulo" publicou reportagem na qual diz que "nos últimos anos tem havido um aumento da mineração ilegal em Roraima, especialmente na reserva indígena Yanomami". Segundo estudos do governo, quase todos os garimpeiros na Amazônia brasileira usam mercúrio.

Segundo a reportagem, estima-se que milhares de garimpeiros têm extraído ouro das reservas indígenas de Roraima, destruindo habitats e colocando em perigo as populações locais, risco que aumentou com a possibilidade de contaminação de indígenas, inclusive pela covid-19.

Com a liberação do mercúrio e as péssimas condições de trabalho que os garimpeiros encontram para extrair o ouro e ter algum sustento, sem mais auxílio emergencial, avança a passos largos a devastação ambiental promovida pela burguesia e seus governantes. Sejam pelas queimadas, pelo desmatamento, invasão de terras indígenas demarcadas por lei ou garimpo, o capitalismo promove a destruição cada vez mais acelerada do meio ambiente.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias