×

Tirando a responsabilidade do estado | Governo de Goiás quer responsabilizar famílias caso aluno pegue COVID na aula presencial

Medida criada pelo governo de Ronaldo Caiado (DEM) retira por completo a responsabilidade do estado no controle sanitário das escolas.

terça-feira 3 de agosto | Edição do dia

Imagem: divulgação

Para o retorno às aulas presenciais nas escolas de Goiás, Caiado se preocupa prioritariamente em responsabilizar as famílias caso o estudante se contamine de COVID ao invés de garantir as condições necessárias para um retorno seguro, o que envolve não apenas vacinação como também condições estruturais adequadas nas escolas.

A media consta em um termo de "autorização de retorno às aulas presenciais" que está sendo enviado às famílias dos alunos. Nele, caso a família decida autorizar o estudante a ir presencialmente à escola, consta que o assinante está ciente de que: "Caso haja contágio com a Covid-19, me responsabilizo inteiramente, uma vez que o vírus circula em todos os locais e não somente no Colégio/Escola"

- Covid já matou 726 educadores em São Paulo e Doria e Nunes liberam retorno 100% presencial

É escandaloso que o governo estadual retire sua responsabilidade do controle sanitário e com a vida de estudantes, professores e demais trabalhadores que atuam dentro das escolas. Dessa forma, buscam justificar a situação precária das escolas públicas e sua total falta de ação para mudar esse cenário.

- MEC de Bolsonaro faz demagogia pela reabertura das escolas e ignora nossos mortos




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias