×

DESVIO DE DINHEIRO DA SAÚDE | Governo de Bolsonaro e Mourão gastou dinheiro do SUS com regalias dos militares

Governo de extrema direita de Bolsonaro e Mourão se utilizaram do dinheiro destinado ao combate a pandemia para manter os altos escalões e privilégios dos militares.

terça-feira 6 de julho | Edição do dia

Foto: Fernando Souza/AFP

Estamos no segundo ano da pandemia e o governo de extrema direita de Bolsonaro segue com sua linha política de morte e descaso com as vidas dos trabalhadores. Durante a pandemia profissionais da saúde, educação, transporte e trabalhadores terceirizados de outras áreas foram obrigados a trabalhar cotidianamente expostos ao vírus, enquanto isso, o fundo orçamentário destinado ao combate a pandemia foi desviado para o bolso e regalias da cúpula militar desse governo inimigo dos trabalhadores.

O Ministério Público de Contas de São Paulo através da procuradora e professora Élida Graziane da Fundação Getúlio Vargas, foram responsáveis por um relatório dos gastos extraordinários no combate à pandemia. Segundo informações do relatório, desde 2020 o governo destinou R$730 bilhões para gastos extraordinários no combate a pandemia.

Uma parte significativa desse dinheiro estimado no valor de R$ 72 bilhões deveria ser direcionado diretamente ao SUS, porém, R$140 milhões foram parar no Ministério da Defesa, ou seja, R$140 milhões foram parar nos altos escalões da cúpula militar sem qualquer justificativa ou explicação lógica. Além do Ministério da Defesa R$80 milhões foi parar no Aviação Civil.

As unidades militares e a Forças Armadas não fazem parte do Sistema Único de saúde, muito pelo contrário, nenhuma das unidades tem a ver com hospitais. Fica evidente que parte do dinheiro que era destinado exclusivamente para proporcionar melhores condições de tratamento de saúde em combate a pandemia como forma de evitar tantos números de óbitos, esse dinheiro foi desviado para os bolsos dos militares como forma de garantir regalias dos infames militares que existe na política.
O levantamento da procuradora e professora Élida Graziane aponta que parte dos recursos foram repassados para as comissões aeronáuticas brasileiras de Washington R$ 55 milhões e na Europa R$ 7,8 milhões, para a Comissão do Exército Brasileiro em Washington R$ 3,113 milhões e para o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro R$ 1,067 milhão. Além disso, existe comprovação que parte do dinheiro destinado ao combate a pandemia foi usado para despesas de rotinas, como por exemplo, compra de material esportivo, roupas de cama e veterinário.

E daí? Foi uma das falas de Bolsonaro as inúmeras vítimas pelo coronavírus, enquanto a crise sanitária e econômica se agravavam os trabalhadores pagavam com suas próprias vidas e dinheiro que era pra ser único e exclusivamente destinado ao combate da pandemia foi desviado para a manutenção dos privilégios dos altos escalões militares que existem na política. O negacionismo do governo de extrema direita de Bolsonaro e Mourão são responsáveis por cada número de óbitos, esse relatório é uma prova que a política desse governo foi e continua sendo de se utilizar das vítimas e do agravamento da miséria para lucrar bilhões e bilhões em cima das vidas dos trabalhadores.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias