Sociedade

Governo Bolsonaro pretende confisco de vacinas compradas por estado e municípios

Em evento em Goiânia, o ministro da saúde, Eduardo Pazzuelo, afirmou em conversas com governador de Goiás que editará uma MP que permitiria ao Governo Federal confiscar vacinas compradas diretamente por estados e municípios.

sexta-feira 11 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

Governo Bolsonaro, por meio de seu ministro da saúde, Eduardo Pazzuelo, pretende confiscar vacinas compradas diretamente é o que afirmou o governador de Goiás a rádio CBN.

A medida pretende centralizar no Ministério da Saúde todas as vacinas que chegarem e/ou forem produzidas no Brasil e tiverem certificação da Anvisa.

Essa estratégia de Bolsonaro é uma clara retaliação a governadores e prefeitos que vem comprando vacinas por fora do Ministério da Saúde e se utilizando para fazer embates contra o Governo Federal, como o governador de São Paulo, João Dória.

Neste caso, ambos, que se apoiaram na eleição de 2018, criam uma falsa polarização e nenhum dos dois se preocupa verdadeiramente com a saúde dos trabalhadores e com a ciência.

Leia mais no artigo de Gabriel Soares que mostra como é falsa a polarização e que na vacinação, nem Bolsonaro nem Dória tem qualquer preocupação com a vida dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Vacina   /    Vacinação   /    Crise do Coronavírus   /    Coronavírus   /    Ministério da Saúde   /    Sociedade

Comentários

Comentar