×

GREVE DO METRÔ DE SP | Globo mente: Aglomeração no Metrô é responsabilidade do sucateamento de Dória

quarta-feira 19 de maio | Edição do dia

Foto: Blog Mauricio Stycer da UOL

Sabemos que a mídia golpista está sempre contra os trabalhadores e a favor dos patrões. Esta manhã a mídia burguesa está bombardeando mentiras para a população, dizendo que “a greve gera aglomeração”; comentário que só pode vir desses altos funcionários da burguesia, como o milionário secretário de transportes Alexandre Baldy, pois qualquer trabalhador que pega o Metrô todos os dias, sabe que o problema da aglomeração não tem nada a ver com a Greve, é um problema cotidiano da vida dos trabalhadores, que estão a mercê de governos que atendem os interesses de patrões e empresários, e não da população.

Muito pelo contrário, os incansáveis defensores de um transporte público de qualidade, são os próprios trabalhadores do transporte e a própria população. Expressão disso é o forte apoio dos passageiros do Metrô, que ao chegar às estações na manhã de hoje, estão se mostrando favoráveis à Greve e se colocando solidários com os trabalhadores, como podemos ver no vídeo abaixo (que obviamente não veremos jamais na mídia golpista como a Rede Globo e a Band).

Assim também como as demonstrações de usuários nas redes, que não aceitam as provocações do secretário dos transportes e demonstram apoio aos trabalhadores:

Parte das reinvindicações dos metroviários foi inclusive mais contratações para melhor atender a população, em vez dos exorbitantes pagamentos dos funcionários de alto escalão da empresa, uma burocracia empresarial que chega a consumir 15% da folha de pagamento, um montante que poderia garantir ao menos 4000 novos funcionários recebendo o piso salarial. Outra desculpa esfarrapada do governo é que não tem dinheiro para a expansão da rede de Metrô, que poderia atender melhor a população e reduzir aglomerações; mas o governo escolhe destinar milhões para as empresas privadas em vez de investir no transporte público de qualidade.

Outra reivindicação dos trabalhadores é a necessária vacinação para toda a população, com quebra das patentes e sem indenização, única forma de garantir que as vacinas estejam a serviço de imunizar a população, e não do lucro de alguns parasitas capitalistas. Os trabalhadores do Metrô de São Paulo estão trabalhando desde o início da pandemia, prestando este que é um serviço essencial para a população, ano durante o qual perderam 25 colegas por causa da covid-19 e mais de 1000 tiveram que ser afastados.

Foram várias as denúncias que os próprios trabalhadores fizeram das aglomerações cotidianas, colocando que o governo Dória falava na televisão demagogicamente para as pessoas “ficarem em casa”, mas não garantia a mais mínima condição para que os trabalhadores não fossem obrigados a se exporem ao vírus. Nem mesmo vacina para as trabalhadoras do hospital universitário da USP o governador de São Paulo garantiu, elas tiveram que arrancar esse direito, para efetivas e terceirizadas, com greve e mobilização.

Não nos enganemos! Dória e a direção da empresa tenta jogar a população contra os trabalhadores pois sabem da potência desta aliança e conta com a mídia burguesa da Rede Globo, com Rodrigo Bocardi e companhia, para martelar mentiras para a população.

É necessário cercar as metroviárias e metroviários de solidariedade. A luta contra o desmonte dos salários e condições de trabalho é uma luta contra os ataques de conjunto que todo o regime golpista quer impor à nossa classe; ataques que unificam Bolsonaro e todos os golpistas, como João Dória e Rede Globo. Assim como a burguesia se unifica para os atacar, aqui embaixo precisamos nos unificar para defender todo foco de resistência da classe trabalhadora e dos setores oprimidos.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias