Mundo Operário

PETROLEIROS

Gerência da Petrobras em Betim (MG) pune dois petroleiros em perseguição antissindical

A gerência da Refinaria Gabriel Passos, em Betim, Minas Gerais, suspendeu nas últimas semanas dois petroleiros do trabalho, como retaliação pela atuação dos trabalhadores na CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

quarta-feira 14 de outubro| Edição do dia

Foto: Geraldo Falcão/Petrobras.

Leonardo Auim e Gustavo Helmold foram os dois petroleiros suspensos, por 25 e 17 dias, respectivamente.

Desde a útlima greve, em fevereiro deste ano, diversas perseguições e punições foram registradas em unidades da estatal por todo o país. Uma política do governo Bolsonaro para enfraquecer a resistência dos trabalhadores e facilitar o avanço das medidas de privatização.

Ao longo do governo Bolsonaro já vêm acontecendo aceleradamente diversas privatizações de refinarias, campos e gasodutos, entregando a baixo preço o patrimônio e as riquezas naturais do país para investidores estrangeiros. A Regap é uma das unidades ameaçadas de privatização.

Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu dar carta branca para que a que os empresários e militares que administram a Petrobras possam vender refinarias a baixo preço sem consultar nem mesmo o Congresso – que por sua vez já deu demonstrações de não ter interesse na defesa da empresa nem de que seus serviços sejam oferecidos à população com qualidade.

Isso é uma mostra de que o judiciário é parte da orquestração dos principais ataques no regime político atual, e seu autoritarismo nem mesmo cogita que sejam os trabalhadores e o povo a decidirem os rumos dessa importante estatal.

O Sindipetro e a CUT-MG prestaram solidariedade aos trabalhadores suspensos do trabalho e repudiaram a ação da gerência da empresa.

Flavia Valle, candidata do MRT para vereadora em Contagem, também prestou solidariedade aos trabalhadores:




Tópicos relacionados

Perseguição Sindical   /    Petrobras   /    Minas Gerais   /    Privatização da Petrobras   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar