×

Aumento de combustíveis | Gasolina esteve 40% mais cara em outubro em relação ao mesmo mês de 2020

Segundo o Índice de Precos Ticket Log (IPTL) o mês de outubro fechou com o litro da gasolina custando R$ 6,447, em média, um aumento de 40% se comparado ao mesmo período de 2020 e de 3% em relação a setembro.

terça-feira 9 de novembro | Edição do dia

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

No mesmo mês, a Petrobras realizou dois aumentos. O primeiro no início de outubro, com um aumento de 7,2% no preço da gasolina e do gás, e o segundo no final do mês, com o gasolina subindo 7,04% e o diesel 9,15%.

Veja mais: Gasolina atinge o maior valor do século no mês de outubro

Em comparação com abril deste ano, que foi o ultimo mês de baixa no preço dos combustíveis, com a gasolina custando R$ 5,699 nos postos, a alta chega a 13% Com média de R$ 5,449, o preço do etanol também não recuou, e continua 19% mais caro em relação a abril.

Nenhum Estado registrou redução no preço da gasolina e o que teve o maior aumento no período foi o Amapá, com o valor do litro passando de R$ 5,610 para R$ 5,970, um acréscimo de 6,42% em comparação com setembro. Já o Estado que liderou a alta no valor do etanol foi o Paraná, deixando para trás o valor de R$ 4,858 da média de setembro e chegando a R$ 5,055, um aumento de 4,6%.

O etanol mais caro do País foi comercializado no Rio Grande do Sul, a R$ 6,310, e o mais barato, em São Paulo, a R$ 4,684. Já a gasolina mais barata, por R$ 5,970, foi registrada no Amapá, e a mais cara no Piauí, por R$ 6,894.

Com informações de Agência Estado

Pode te interessar:

  1. Com gasolina mais cara na história, acionistas da Petrobras recebem lucros antecipados
  2. Graças a Bolsonaro e generais povo brasileiro está sendo roubado para enriquecer acionistas

Ouça no áudio diário de 5 minutos: A culpa de Bolsonaro pelos preços dos combustíveis




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias