×

Rio de Janeiro | Garis denunciam falta de segurança no trabalho e veículos da Comlurb sucateados

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro segue expondo os seus trabalhadores ao perigo, descumprindo normas de prevenção de acidentes de trabalho, além de muitas vezes ter fornecido equipamentos sucateados para o cumprimento da função.

sábado 14 de agosto | Edição do dia

Foto: Greve dos garis do RJ em 2014

Em seu aplicativo corporativo, a COMLURB responsabiliza o gari pelos acidentes de trabalho, em mensagens enviadas com o tema “minuto de segurança”.

Na mensagem, ainda, a empresa diz que o gari é importante para seus familiares. Já para os encarregados e gerentes, não é? Por isso que grande parte dos acidentes ocorre pela negligência da direção da empresa?

O Esquerda Diário teve acesso a imagens de trabalhadores sendo transportados dentro do compartimento de carga dos veículos da COMLURB, junto com as ferramentas de trabalho.

Nas imagens, pode-se ver o descaso com as normas de prevenção de acidentes. O gari é orientado a descumprir as normas de segurança pelos próprios dirigentes da empresa, que coloca pessoas sem nenhum treinamento nos cargos de confiança para fazer a supervisão do trabalho.

Além de tudo isso, a COMLURB também alimentou os acidentes por outra via, que é o sucateamento das ferramentas e veículos utilizados para o trabalho. Nas imagens abaixo, vemos o estado em que estiveram alguns dos tratores utilizados para a limpeza da praia:

Os trabalhadores são desvalorizados, estão desde 2019 sem reposição salarial, e quando sofre acidente de trabalho, a empresa nem mesmo faz as perícias ou revela o motivo do acidente. E depois, a direção da empresa responsabiliza o trabalhador pelo acidente que ela mesma encorajou a acontecer.


Foto: trabalhador da poda sem material de segurança adequado

Assim, no dia 07/08, a RIOTUR liberou ingressos para garis escolhidos a dedo irem assistir um recital de piano na Cidade das Artes, justamente um mês após a gari Irenilce ter caído no poço do elevador deste local. Ao invés de admitir a responsabilidade, a COMLURB tenta comprar os garis com um cala boca para que não denunciem os acidentes de trabalho que ocorrem cotidianamente na empresa.

Ouça e compartilhe o Podcast Peão 4.0!

Todos os dias, ouça a realidade contada a partir dos trabalhadores em 5 minutos!

Quer denunciar? Mande seu relato para +55 11 97750-9596
E siga o Esquerda Diário nas redes e plataformas de streaming!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias