Sociedade

CRISE AMBIENTAL

Frente a incêndios criminosos, Bolsonaro fala em ’críticas desproporcionais’

Ao chegar hoje, 16, no Palácio da Alvorada, Bolsonaro diminui os incêndios criminosos que devastam o Pantanal e a Amazônia e fala que críticas ao seu governo são desproporcionais.

quinta-feira 17 de setembro| Edição do dia

Foto: Chico Ribeiro / Governo do Mato Grosso

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou que existem "críticas desproporcionais" ao conversar com apoiadores sobre as queimadas no Pantanal e na Amazônia. Assim como fez no ano passado, o mandatário citou como exemplos os incêndios florestais em outros países e regiões. "(Existem) críticas desproporcionais à Amazônia e ao Pantanal. A Califórnia está ardendo em fogo, a África tem mais foco que o Brasil", comparou ao chegar no Palácio da Alvorada nesta quarta-feira, 16.

Veja aqui: O passar da boiada em meio às chamas.

O líder do Executivo voltou a culpar Organizações Não-Governamentais (ONGs) nas regiões. "Nós tentamos, com a regularização fundiária, resolver essa questão. Tem muita terra que ONG mandou laranja. É um lobby enorme para não fazer a regularização", disse Bolsonaro sobre a atuação de organizações na região.




Tópicos relacionados

PANTANAL    /    Amazônia   /    Crime Ambiental    /    Governo Bolsonaro   /    Incêndio   /    Jair Bolsonaro   /    Sociedade   /    Meio Ambiente

Comentários

Comentar