PSOL: ELEIÇÕES

Freixo defende financiamento de banqueiros e empresários a candidatura do PSOL

Deputado Federal posicionou-se favoravelmente sobre a doação de 78 mil reais por parte de banqueiros para um candidato a vereador numa cidade da baixada fluminense.

sábado 3 de outubro| Edição do dia

IMAGEM: GILMAR FELIX/Câmara dos Deputados

Recentemente, foi noticiado que o candidato a vereador na cidade de Duque de Caixas (RJ) pelo PSOL Wesley Texeira recebeu cerca de R$ 78 mil para sua campanha eleitoral através de doações de ninguém menos que Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, sendo responsável por vários ataques, assim como, Beatriz Brancher, herdeira do Banco Itaú, e João Moreira Salles, que é da família dos fundadores do banco.

Ainda que esse acontecimento vem gerando diversas críticas por diferentes setores da esquerda, inclusive por parte de militantes do próprio PSOL que chegaram a recorrer do seu próprio estatuto para demonstrar que o partido não poderia receber doações de grandes empresários e do capital financeiro, vimos também a postura de militantes como o deputado federal Marcelo Freixo, que inclusive ameaçou sua saída do partido, caso fosse inviabilizada a doação, segundo relatos dos jornalistas do jornal O Globo, Fernanda Alves e Rayanderson Guerra.

Colocamos aqui os posicionamentos das militantes do MRT Carolina Cacau, que retirou sua candidatura depois do PSOL ter saído com um policial enquanto vice-prefeito nas eleições do Rio de Janeiro, e Letícia Parks, que sairá enquanto candidata a vereadora pela bancada revolucionária de trabalhadores na cidade de São Paulo por filiação democrática do PSOL, sobre o caso:




Tópicos relacionados

Marcelo Freixo   /    Racismo   /    PSOL   /    Rio de Janeiro   /    [email protected]

Comentários

Comentar